domingo, 3 de julho de 2016

Barreiras: Morre o jornalista Vinícius Lena do jornal Nova Fronteira.

Natural de Jaguari (RS), Vinícius Azzolin Lena mudou-se para o Oeste da Bahia em 1986. No ano anterior viera conhecer à região, estimulado por uma reportagem que vira na televisão. 

Em meados da década de 1980 a região vivia o boom da agricultura. A corrente migratória era intensa. Barreiras tinha cerca de 70 mil habitantes, mas tudo era muito precário: educação, saúde, infraestrutura, estradas.

De lá para cá se foram três décadas, período marcado pelo assassinato de um de seus filhos, o Vitor Lena, a morte da mulher e o crescimento do agronegócio na região. Depois da morte do filho, Vinícius e seu filho Eduardo assumiram o jornal Nova Fronteira.


O jornalista, escritor e poeta já escrevia poesias e outros textos no Sul, mas foi em Barreiras, em 2006, que ele lançou seu primeiro livro, “Traçando Barreiras”, com ilustrações de Júlio Cesar Cruz, que conta um pouco da história da cidade. Dois anos mais tarde assumiu a presidência da Academia Barreirense de Letras. Em 2010, publicou o livro de contos “Pequenas Estórias” que é recheado de contos de ficção e recordações de sua infância de Vinícius. Atualmente era editor-chefe do Jornal Nova Fronteira.

Vinícius Lena foi internado na enfermaria do HO por um período de dez dias após sofrer uma queda quando estava na chácara da família e fraturar a segunda vértebra cervical, o paciente ficou hospitalizado até a colocação de um Halo Colete, que o imobilizou na cintura para cima.

Chegou a receber alta médica e estava em casa onde recebeu carinho e atenção dos familiares, mas após três dias em sua residência foi acometido por uma infecção urinária que o obrigou a retornar ao hospital. O volume de remédios ministrados para conter a infecção e a dificuldade em se alimentar, agravaram seu quadro de saúde, inclusive apresentando hemorragia interna, o que se fez necessário a aplicação de bolsas de sangue para aumentar os índices de hemoglobina no sangue.

No último dia 30, ainda em estado grave na UTI do Hospital do Oeste, passou por uma sessão de hemodiálise para limpar as impurezas que os rins já não conseguem filtrar normalmente e, segundo informações do médico, devido o grave estado de saúde, ele poderia não resistir ao procedimento. Hoje (03), pela manhã por volta da 06h05min ele veio a falecer.

A imprensa barreirense está de luto, inclusive para a equipe Novoeste. Seu Vinicius Lena, como era carinhosamente chamado, vai deixar muitas saudades a toda sua família e entre aqueles com quem se relacionava. Sem dúvida será uma lenda do jornalismo de nossa cidade que marcou época entre nós e, certamente, deixará uma lacuna não somente na nossa imprensa, mas também na Academia Barreirense de Letras, onde era membro.


Sobre as ideias, o pensamento e a chegada em Barreiras do jornalista, escritor e poeta Vinícius Azzolin Lena você ler na entrevista “Vinícius passado a limpo” que ele deu a Revista A, edição nº 31, de dezembro de 2015. 

Fonte:Por Tenório de Sousa Da Redação Com informação da Revista A e do jornal Nova Fronteira, on-line
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK