domingo, 17 de julho de 2016

Edilson Capetinha é preso em Brasília por não pagar pensão alimentícia

Pentacampeão com a seleção brasileira em 2002, o ex-jogador Edilson Capetinha foi preso neste sábado por não pagar pensão alimentícia. O jogador foi detido no Aeroporto Internacional de Brasília por agentes da Delegacia de Captura Policial Interestadual (DCPI), após desembarcar de um voo vindo de Salvador.

O pedido de prisão foi feito após o valor devido por Edilson alcançar R$ 430 mil. O ex-jogador encontra-se preso na carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE) de Brasília. A prisão tem duração inicial de 30 dias. Ele pode deixar a carceragem assim que quitar a dívida.

Edilson já havia se envolvido em problemas com a Justiça no início do ano. Em fevereiro, uma denúncia do Ministério Público Federal contra ele foi acatada pela Justiça Federal por conta da suposta participação do ex-jogador numa quadrilha que fraudava pagamentos de prêmios de loterias da Caixa Econômica Federal (CEF).

Em 2014, o ex-atacante também foi preso por não pagar pensão alimentícia. Na ocasião, ele foi detido em Salvador por conta de uma dívida de R$ 102.

Aos 44 anos, Edilson havia acertado neste ano o seu retorno ao futebol para defender o Taboão da Serra, que disputa a quarta divisão do Campeonato Paulista. Além do pentacampeonato com a seleção brasileira, o ex-atacante consolidou uma carreira vitoriosa com títulos conquistados por Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Vitória, entre outros. (Fonte: Espn.uol)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK