terça-feira, 19 de julho de 2016

Edílson pode pagar parcela de R$ 30 mil de dívida para deixar prisão.

A defesa do ex-jogador de futebol Edílson “Capetinha” afirmou que o baiano deve quitar três parcelas atrasadas da dívida de R$ 430 mil em pensão alimentícia que o levou a ser preso no sábado (16). O valor estimado é em cerca de R$ 30 mil. O advogado Thiago Phileto informou que vai pedir a liberdade do ex-atacante. 

Até a tarde desta segunda (18), a dívida ainda não havia sido quitada. A defesa de Edílson disse também que vai pedir a redução do valor mensal de R$ 8,8 mil pago pelo ex-jogador, pois ele não teria condições financeiras de arcar com a despesa. Entendemos que o valor está fora do que deve ser previsto", disse Phileto em entrevista ao G1. Ainda segundo o advogado, o ex-atacante, que está sozinho em uma cela na Delegacia de Polícia Especializada da Polícia Civil do Distrito Federal, está “tranquilo” e acredita na liberdade. Com informações do G1.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK