sábado, 23 de julho de 2016

Livramento-BA: Divulgação de imagem do corpo de acidentado em necrotério causa revolta.

Amigos e familiares de Adriano Coelho Machado, de 43 anos, que morreu após a moto que pilotava colidir contra um automóvel na manha deste sábado (23), no Bairro Taquarí, em Livramento de Nossa Senhora, se manifestaram com revolta nas redes sociais, após o vazamento de uma imagem do corpo da vítima sobre a mesa de necropsia do necrotério do Hospital local. Em princípio, acredita se que a imagem tenha sido produzida dentro do estabelecimento por pessoas entram no necrotério sem o devido controle e posteriormente espalhada nos grupos do WhatsApp.

 "É incrível a falta de respeito das pessoas que ficam divulgando fotos do ser humano desta forma. Por favor pessoal, respeitem ele e a família", reclamou uma usuária do WhatsApp. Na imagem, Adriano aparece já na mesa do necrotério com parte do corpo envolto em um lençol branco, com alguns ematomas no rosto, em seu lado direito aparece um homem em pé, e do lado esquerdo uma mulher, trajando calça preta, sentada sobre a mesa. Ao que tudo indica a fotografia teria sido registrada por uma terceira pessoa, em que não aparece na imagem. “Os parentes e amigos têm acesso livre no necrotério. Os parentes têm direito o hospital tem o dever de garantir esse direito aos familiares e amigos.

 Difícil eh fazer esse controle estrito de pessoas que, de forma irresponsável e criminosa adentram pra tirar fotos, relatou um funcionário do hospital em uma rede social. Segundo especialistas, o registro e o envio de fotos ou vídeos de cadáveres em redes sociais é crime. Trata-se de desmoralização à sua honra e tem fulcro nos crimes contra o respeito aos mortos do nosso Código Penal, com o crime de vilipêndio a cadáver ou às suas cinzas, previsto no artigo 212. Vilipendiar é aviltar, profanar, desrespeitar, depreciar, desprezar, ultrajar o cadáver ou ter ação idêntica com relação às cinzas do mesmo (assim como ao seu esqueleto). (L 12 Sudoeste)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK