sábado, 16 de julho de 2016

Michael Jackson pretendia casar com atriz de 12 anos, diz médico.

Michael Jackson queria se casar com uma atriz de 12 anos de idade, afirmou o médico responsabilizado por sua morte. Em entrevista ao “Daily Mirror”, Conrad Murray revelou que vai explicar a história na publicação de um livro bombástico sobre a vida do astro. 

“Esta é a história sobre quem Michael Jackson realmente era”, diz Murray, em entrevista ao portal inglês, na Flórida, nos Estados Unidos. “Ele queria que eu contasse essa história. Agora estou cumprindo o seu desejo”, declarou. 

Segundo informa o Extra, o portal avisa que as histórias do livro vão surpreender milhões de fã do cantor, morto em 2009, aos 50 anos, após uma overdose de medicamentos.  Na obra intitulada “This Is It” Jackson queria se casar com uma famosa atriz mirim britânica, após se apaixonar quando ela tinha apenas 11 anos. 

No entanto, segundo o médico, essa teria sido a segunda opção de Jackson. As primeiras declaraçõs de Murray indicam que era a filha de um amigo, na época com cinco anos, o encanto da celebridade. Ele diz ainda que Jackson foi “traído” por um de seus parentes mais próximos e pediu a Murray para proteger sua família.  Questionado sobre se ele considerava Jackson uma ameaça às crianças, Murray se recusa a responder: “Você deve ler o livro e tomar essas decisões por si mesmo. O livro responde a todas essas perguntas”. 

Murray era o médico particular de Michael Jackson por mais de três anos chegou a cumprir dois anos de prisão pela pena de quatro anos, em 2011, por homicídio.  O médico alega que seu novo livro é um relato verídico dos últimos três anos da vida do cantor e que foi redigido a pedido do astro do pop. 

“Muitas coisas foram escritas sobre Michael por pessoas que não o conheciam ou nada entendia sobre ele ou sobre sua vida. Por pouco mais de três anos, eu falei com ele todos os dias e estava com ele a cada semana. Ele me disse: 'Eu tenho cinco membros na família: Conrad; você, Paris, Prince e Blanket. Você é tudo o que tenho”.  Sobre a intenção de lucro com a morte do cantor, Murray afirma: “se ele traz em algumas gratificações, tudo bem. Mas o dinheiro nunca foi minha motivação”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK