sexta-feira, 1 de julho de 2016

Prefeitura de São Francisco do Conde-BA abre concurso público com 671 vagas.

A prefeitura de São Francisco do Conde, no Recôncavo Baiano, está com 671 vagas abertas para os níveis médio e superior em concurso público. 

Serão preenchidas vagas de níveis Médio e Superior, nas funções de Agente de Fiscalização de Trânsito (10); Agente de Fiscalização de Transporte (4); Fiscal de Obras (8); Fiscal Sanitário (2); Fiscal Ambiental (5); Técnico em Meio Ambiente (1); Agente de Apoio Educacional (73); Auditor Fiscal (3); Contador (5); Fiscal de Controle Sanitário nas áreas de Biólogo (1); Enfermeiro (1); Farmacêutico (1); Médico-veterinário (1); Nutricionista (3); Analista Ambiental (1); Biólogo (1); Engenheiro Agrônomo (2); Engenheiro Ambiental (1); Agente de Apoio de Educação Infantil (90); Coordenador Pedagógico Escolar (70); Psicopedagogo (12); Assistente Social Escolar (3); Fisioterapeuta Escolar (2); Fonoaudiólogo Escolar (2); Nutricionista Escolar (5); Psicólogo Escolar (3); Terapeuta Ocupacional Escolar (3); Professor nas disciplinas de Artes (15); Dança (5); Educação Física Escolar (18); Educação Infantil (70); Educação Infantil / Educação Especial (10); Ensino Fundamental I (80); Ensino Fundamental/ Educação Especial (10); Geografia (12); História (28); Informática (10); Língua Brasileira de Sinais/ Libras (15); Língua Estrangeira/ Inglês (15); Língua Portuguesa (30); Matemática (30); Música (5); e Teatro (5).

Os salários variam de R$ 1.099,45 a R$ 2.907,91, pelo desempenho de atividades em jornadas semanais de até 40 horas.

As inscrições começam na segunda-feira (4) e vão até o dia 11 de julho e podem ser feitas pelo site da empresa responsável.  O concurso terá validade de dois anos, e pode ser prorrogado.

Defensoria Pública da Bahia anuncia concurso; salário inicial é de mais de R$20 mil
Após a aprovação do Conselho Superior da Defensoria Pública do Estado da Bahia - CSDP foi divulgado nesta quarta-feira, 29, o edital do VII Concurso de Defensor Público. O certame será composto por quatro etapas: prova objetiva, prova discursiva de caráter específico, prova oral e avaliação de título.


Pela primeira vez a Defensoria Pública do Estado da Bahia - DPE/BA irá disponibilizar 30% das vagas para população negra, além de 5% para pessoas com deficiência. Serão 17 vagas e cadastro de reserva. É a primeira vez também, que será aceito no concurso, o uso de nome social por travestis e transexuais. As inscrições deverão ser feitas pela internet entre os dias 6 de julho e 4 de agosto e o valor da inscrição é de R$ 260,00. A primeira etapa do concurso está prevista para o dia 4 de setembro.

Entre as exigências para concorrer a uma das vagas, está a comprovação de 3 anos de experiência jurídica na data da posse. Outra inovação do edital do concurso é a ênfase em matérias humanísticas como filosofia jurídica, sociologia jurídica e a aplicação da disciplina história da Bahia.

O defensor público geral, Clériston Cavalcante de Macêdo, considera que a realização do concurso é uma afirmação da autonomia da Instituição. "Com a publicação do edital estamos buscando cumprir o que determina a Emenda Constitucional 80, que é a interiorização da Defensoria Pública com mais defensores", concluiu o defensor geral.

A defensora pública e membro da comissão do concurso, Rita de Cássia Moure Orge Lima, disse que o processo de elaboração do edital foi muito importante. "Foi uma coisa muito bem pensada e muito bem elaborada. Nos reunimos algumas vezes, debatemos o conteúdo do edital, e de forma coesa conseguimos chegar a um consenso sem maiores divergências", considerou Rita Orge.

Para o subdefensor público geral, Rafson Saraiva Ximenes, "a realização do concurso para defensor público é uma necessidade da população baiana, que precisa dos serviços da Defensoria para ter acesso à justiça".

Por Zé Carlos Borges
Com informações da Agência Brasil
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK