segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Cantora morre após ser atropelada duas vezes em rodovia

A cantora e segurança Cíntia de Araújo, 25 anos, morreu neste domingo (14) depois de ser atropelada duas vezes na Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, na Grande São Paulo. De acordo com o 'G1', o primeiro acidente aconteceu por volta das 6h, no km 226 da pista marginal.

Cíntia estava em uma moto com uma amiga quando o pneu do veículo furou e as duas caíram. As duas tiveram leves escoriações e deixaram a pista sem maiores complicações. Entretanto, a cantora resolveu voltar à pista para retirar a moto, para evitar um acidente, quando foi atropelada por um carro.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista fugiu sem prestar socorro. Ela foi socorrida por Marcelo Gomes da Silva, que passava pelo local no momento do acidente. Ele já estava no meio da pista para salvar a vítima quando os dois foram atropelados por um segundo veículo. O motorista também não parou para socorrer os feridos.

Uma segunda versão da conta de que Marcelo teria sido o motorista que atropelou Cíntia pela primeira vez e havia parado para prestar socorro. A polícia investiga qual a versão verdadeira. Até a manhã desta segunda-feira (15), o motorista que atropelou Marcelo e Cíntia não havia sido localizado.

Cíntia não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do acidente. Já Marcelo foi socorrido em estado grave para o Hospital Geral de Guarulhos. Um amigo da vítima informou que ele não corre risco de morte e passou por uma cirurgia no braço na noite de domingo.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK