terça-feira, 9 de agosto de 2016

Doação de órgãos do garoto Heitor Bernardo salva a vida de três crianças no final de semana

Uma captação de múltiplos órgãos (MO) realizada no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador, salvou a vida de três crianças no último final de semana.

Graças à decisão de doação da família do menino centralense, de 4 anos, Heitor Bernado – com morte encefálica diagnosticada na noite de quinta-feira (4) – dois pacientes foram beneficiados com transplantes de rins no Hospital Ana Nery (HAN) e um terceiro, com hepatite fulminante, recebeu um fígado em um hospital de Belo Horizonte (MG).

As córneas do garoto estão no Banco de Olhos do HGRS e serão liberadas para transplante após avaliações detalhadas. O procedimento deve ser concluído ao longo desta semana. Este é mais um dos casos bem-sucedidos de captação de órgãos realizada pela instituição através da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (Cihdott).

Desde que passou a ficar voltada especificamente para dentro do Hospital Roberto Santos, há cerca de um ano, a comissão aumentou expressivamente o volume de entrevistas positivas, representando, em junho, 40% dos órgãos captados no município.

O suporte da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes ocorre desde a abertura do protocolo, independente da escolha da família. No entanto, somente quando constatada a morte encefálica, a equipe realiza entrevista com os acompanhantes.

Para se tornar um doador de órgãos, não é necessário registrar por escrito. Basta conversar com a família e deixá-la ciente do desejo. Mais informações sobre doação e transplante de órgãos e tecidos estão disponíveis no site da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab-via CN).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK