sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Garota é vítima de difamação em página falsa do facebook em Malhada-BA.

Uma garota do município de Malhada, no sudoeste da Bahia, teve suas imagens exportas na pagina falsa do Facebook, na última quinta-feira, 11 de agosto,por uma pessoa que tem problemas pessoais e já foi identificada pela vítima. Muita gente pensa que criar um fake ou perfil falso nas redes sociais se passando por pessoa real com intuito de ofender ou caluniar terceiros não é crime.

Na postagem, o falso fake se apresenta como Mário. “Meu nome e Mário não coloco minha foto pessoal por vergonha, pois só um homem casado mais tive um caso com …. por 4 meses só ficava com ela é minha esposa, mais um sertão dia come sei a passar mal fui ao médico fiz o teste DE . HIV DEU POZITIVO TO COM AIDS PEGEI DE JESSIKA HOMENS TOME CUIDADO COM ESTA MULHER PORISO Q ELA FICA COM QALQUER HOMEM E PARA CONTAMINAR OS COITADOS COMO FEZ COMIGO FIQUEM ATENTOS CONSELHO DE AMIGO FICA LONJE DESSA PORCA PODRE”, disse o falso fake Mário.

Em conversa com a vítima nesta sexta-feira (12), a mesma citou que hoje vai procurar a delegacia para registrar uma queixa. “Já sei quem é a pessoas que criou o perfil falso, tenho provas contra essa pessoa que é daqui de Malhada mesmo”, disse ela.

Crime Cibernético
Os resultados dos ataques de terceiros gerados por criadores de perfis falsos na internet que buscam o anonimato tecnológico para caluniar, difamar e injuriar serão punidos nos termos previstos no Código Penal no artigo 307 sendo passível de indenização de danos morais.

Artigo 307- “Atribuir a si ou a terceiro falsa identidade para obter vantagem, em proveito próprio ou alheio, ou para causar dano a outros. Pena: detenção, de 03 meses a 01 ano, ou multa, se o fato não constituir elemento de crime mais grave.” (www folhadovale.net)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK