terça-feira, 2 de agosto de 2016

Jogadoras de rúgbi da Grã-Bretanha tiram a roupa contra a ditadura da magreza.

RIO — Lutar contra os padrões de beleza pré-definidos pela sociedade é uma das batalhas mais enfrentadas pelas mulheres. Por isso, as atletas do rúgbi da Grã-Bretanha se juntaram a modelos e atrizes e tiraram as roupas para celebrar as diferenças entre os corpos. As jogadoras Amy Wilson-Hardy, Claire Allan, Danielle Waterman e Heather Fisher que escaladas para disputar as Olímpiada do Rio posaram para a edição de setembro da revista "UK Women's Health's". Além delas, a colega de esporte Michaela Staniford também aparece nas fotos.

A discussão proposta pelas gira em torno da batalha para aprender a gostar do seu próprio corpo, independente do que os padrões da sociedade digam sobre "ser magra e bonita". Jogadora da Grã-bretanha, Danielle Waterman, relembra os traumas da adolescência que lhe fizeram repensar a forma de encarar a beleza.

"Sempre lembro de colocar o vestido de formatura e ficar chateada porque meu corpo era grande e muito musculoso", disse ela à publicação: "Foi meu irmão que me fez entender que meu corpo iria me ajudar a realizar meus sonhos no rúgbi".

Com um histórico de anorexia na infância, há pouco mais de cinco anos, Heather Fisher precisou enfrentar outro problema que afeta a imagem do portador: a alopécia, um disturbio que reduz drasticamente a incidência de pelos em alguma área do corpo.

"Desde a infância eu luto para não abalar minha autoestima enfrentei a anorexia e a alopécia. Quando eu mudei do bobsled para o rúgbi minhas formas mudaram por causa do treinamento, a partir daí eu entendi que eu não treino só para ter uma boa aparência. Treino para ter um desempenho eficaz no meu esporte. Isso me ajudou a superar os problemas" revelou a atleta.

Lea Michelle intérprete de Rachel Berry, da série Glee e a modelo plus size Iskra Lawrence também posaram para edição. Capa da publicação, a atriz revelou uma tatuagem secreta em homenagem ao ex-namorado,o ator Cory Monteith, que morreu há três anos, vítima de uma overdose. Lea tatuou no quadril "Finn", nome do personagem de Cory na série Glee, na qual ambos foram elevados ao estrelato. Vale lembrar que ela já tinha outras dois desenhos no corpo em referência ao ator. O globo

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK