sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Policial confunde boneca com bebê e tenta até 'boca a boca'

Disposto a cumprir seu trabalho, o policial Jason Short quebrou o vidro de um carro para resgatar um suposto bebê deixado ali. Ao retirar a "criança" e notar que ela não respirava, ele tentou um procedimento boca a boca e só então se deu conta que não havia bebê nenhum ali.


"Parecia sem vida. Parecia morto. Fui colocar meu dedo em sua boca e era tudo resistente. E eu fiquei tipo: é uma boneca!", relembrou ele em entrevista à emissora WMUR. O caso aconteceu em Keene, no estado de New Hampshire (EUA), em 23 de julho, depois que uma testemunha chamou a polícia para resgatar o que seria uma criança deixada em um carro no estacionamento de um supermercado.

Segundo a WMUR, o brinquedo hiper-realista pertence à norte-americana Carolynne Seiffert, que tem mais de 40 bonecas do tipo. A resgatada pelo agente chama-se "Ainsley" e custou cerca de US$ 2 mil (R$ 6,4 mil).

Em nota enviada à emissora, a mulher explicou que a coleção começou como uma forma de lidar com a morte do filho e contou que riu de toda a situação. "Tenho dado risadas pela confusão vergonhosa", afirmou ela. "Você não tem como saber como as pessoas escolhem lidar com as perdas na vida", acrescentou.

Apesar do desfecho do caso, o policial afirmou que não mudaria nada, pois não poderia correr o risco de deixar um bebê falecer por falta de ação da sua parte. "Eu jamais iria pensar que tratava-se de uma boneca", explica. "Sempre vou assumir que é uma criança e não faria nada diferente".

Short ainda deixa um conselho às pessoas que carregam suas bonecas por aí: "Se você está disposto a levar uma boneca no carro, leve-a também para a loja. Ou deixe-a em casa".

(Foto: Reprodução/WMUR)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK