domingo, 28 de agosto de 2016

Região de Irecê-BA: Morre Edízio Mendonça, renomado escritor de Barra do Mendes.

Faleceu neste último sábado (27), na cidade de Barra do Mendes, aos 78 aos, Edízio Rodrigues Mendonça. Segundo a imprensa local, o atual Secretário de Cultura de Barra do Mendes foi encontrado morto no quarto onde dormia por volta das 6h. 

Um provável infarto foi a causa da morte. O corpo foi velado na residência da família, na Rua Teonílio Gomes de Oliveira, centro da cidade, e sepultado às 17h deste domingo (28) no cemitério local.

Edízio estudou as primeiras letras na Escola Particular regida pela professora leiga Elvira Campos Mendonça (1942/1944) e na Escola Particular Duque de Caxias, regida pelo Professor leigo Lídio Amando Guedes (1945/48) em Barra do Mendes. Fez o curso primário na Escola Pública Rio Branco, regida pela Professora Vivaldina Lima Lessa, (1948/1952), também em sua terra natal. Entre outros, tem os seguintes cursos: Primário, Ginasial, Administração Municipal, Técnicas de Alfabetização, Organização de Secretaria, Fiscalização de Rendas e Curso Superior de Jornalismo.

Ele foi Escritor, Jornalista, Cronista, Pesquisador, Historiador, Poeta e Trovador. Edízio Mendonça foi também político local, além de funcionário municipal, tendo exercido vários cargos na Administração Pública de Barra do Mendes. Como político, foi Vereador (1971/1973), Vice-Prefeito (1977/1983), prefeito em exercício, e exerceu inúmeras vezes o cargo de Secretário de Administração, Cultura e Turismo do Município. 

O mesmo colaborou com diversos jornais do País. Edízio Rodrigues Mendonça é um homem de muitos talentos, atuou como Diretor – Gerente da Rádio Barra do Mendes (RBM) e foi Diretor do Jornal “Tribuna do Sertão”.

Ele era autor de mais de 70 livros inéditos e vários cadernos sobre a história de Barra do Mendes, e de todos os municípios da região de Irecê.

Dentre as obras publicadas pelo autor, destacam-se:
Poemas para Cleonice – 1969
O Coronel Militão Coelho – 1980 (biografia de Militão Coelho)
Capitão João Pedro – 2002
Barra do Mendes, uma história de lutas – 2003
Cantigas do Alvorecer – 2006
Campestre e seus Horrores – 2006

Mendonça era membro de diversas entidades culturais e de classe, tais como a Academia Guanabarina de Trovas (RJ), Academia Itajubense de Letras (Itajubá – MG), Academia Anapolina de Filosofia, Ciências e Letras (Anápolis – GO), Academia Conquistense de Letras (Vitória da Conquista – BA), Academia Barramendense de Letras (Barra do Mendes – BA), Academia Cabista de Letras (Arraial do Cabo – RJ), Academia Ireceense de Letras (Irecê – BA), Academia Goianense de Letras (Goiânia – GO) e The International Academy of England Londres – Inglaterra, entre outras. [Blogbraga]
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK