segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Roubo de celulares durante caça de Pokémon termina com mulher morta.

Maria Raimunda Ferreira Pereira, de 47 anos, morreu vítima de bala perdida em uma festa no bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus, na noite de sábado (6/8). Outras duas pessoas foram baleadas. O grupo teria efetuado disparos após ter os celulares roubados enquanto jogavam Pokémon Go — eles foram até uma festa para procurar os assaltantes e atiraram. Uma policial militar, de 34 anos, um militar das Forças Armadas, 22, e um homem, de 18, foram detidos. As informações são do G1.

O filho de Maria Raimunda, Gleyson Pereira, de 23 anos, contou que a mãe havia acabado de chegar ao local da festa, por volta das 23h, quando foi atingida por dois tiros na barriga. Ela foi socorrida e levada ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, onde morreu às 2h10 do domingo (7/8).

Segundo informações, os suspeitos saíram do carro e pararam no bar em que a vítima estava. Um deles sacou a arma, efetuou quatro tiros para o alto e depois descarregou a pistola na direção das pessoas que estavam no evento. O público saiu correndo e três pessoas foram atingidas. Os homens fugiram. De acordo com a Polícia Civil, os dois homens usaram a arma da corporação para efetuar os disparos.

Os suspeitos foram presos e disseram à polícia que tiveram os celulares roubados por dois homens em uma moto enquanto caçavam Pokémons, no Calçadão do Distrito Industrial, Zona Sul. Em seguida, eles receberam a informação de que os assaltantes estavam em um bar no bairro onde aconteceu o crime. Os dois decidiram ir até o local para recuperar os objetos. Eles utilizaram a arma de uma policial.

O caso foi registrado no 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) como homicídio doloso e homicídio qualificado tentado. Os três foram levados para audiência de custódia e a decisão deve ser informada na segunda-feira (8/8).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK