terça-feira, 20 de setembro de 2016

Conquista: Polícia do Rio emite alerta de fuga do maníaco que escapou do Nilton Gonçalves.

O homem que invadia condomínios de luxo na Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, e estuprava moradoras fugiu da prisão no último dia 16 de setembro.

Ele estava custodiado no presídio Nilton Gonçalves, em Vitória da Conquista, na Bahia. A informação foi divulgada pela Polícias Civis do Rio de Janeiro e da Bahia nesta terça-feira.

Raimundo Linhares Gomes, de 34 anos, foi capturado em agosto, na Bahia. Além da capital do Rio, ele também agia na Região dos Lagos. De acordo com a polícia, Raimundo é apontado como o responsável por diversos roubos e estupros na Zona Oeste do Rio e em Araruama. O titular da delegacia da Barra da Tijuca, Marcus Vinícius, informou que Raimundo invadia mansões entrando pelas matas ao fundo dos em condomínios de luxo, amarrava os moradores e estuprava as mulheres na frente dos familiares.

– Uma pessoa dessa não pode conviver em sociedade, em momento algum. Não bastava estuprar. Ele tinha que humilhar bastante. Os relatos (das vítimas) são impressionantes – disse ele. Em três dias, nove casos de roubo e quatro de estupro foram denunciados. Em todos, ele foi reconhecido como autor dos crimes. Ele ainda é suspeito em outros cinco casos. Num dos assaltos na Barra, somente não houve estupro porque não havia mulheres na casa. Mas o suspeito, de acordo com o delegado, perguntou: “Cadê a sua esposa? Cadê a sua filha?”.


– A prisão de Raimundo é de grande importância para a Polícia Civil, pois eventuais vítimas se sentirão encorajadas a comparecerem à delegacia e denunciarem os crimes sofridos. Um homem como ele não pode sair (da prisão). É fundamental a denúncia – disse Marcus Vinícius. O Delegado Luiz Henrique Pereira Marques, de Araruama, relatou que Raimundo agia da mesma forma na região dos Lagos, invadindo casas e estuprando as mulheres na frente de familiares. Para denunciar, basta entrar em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão pelos telefones (21) 2334-8823, (21) 2334-8835 e pelo chat https://cacpcerj.pcivil.rj.gov.br/. (Extra)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK