janilton jesus janilton jesus Author
Title: Escola do Rio de Janeiro permite a meninos usarem saias.
Author: janilton jesus
Rating 5 of 5 Des:
Agora, alunos do Colégio Pedro II poderão escolher se usam saia ou bermuda, independente do gênero. Segundo informe publicado no site da...
Agora, alunos do Colégio Pedro II poderão escolher se usam saia ou bermuda, independente do gênero. Segundo informe publicado no site da instituição, o objetivo é manter “a igualdade, a identidade e a diversidade de seu corpo discente”.

Até então, o uniforme para meninos era composto por camisa e calça, enquanto o das meninas vinha acompanhado de saia. Agora, a escola indicará apenas as peças, cabendo a cada um escolher aquela com a qual mais se identificar. Outra novidade é que, no verão, ambos poderão usar o uniforme de educação física, composto por um short, sempre que quiserem.

Segundo o texto diz ainda que a medida segue parâmetros da Resolução nº 12 do Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Travestis e Transexuais (CNCD/LGBT).

No comunicado, o reitor Oscar Halac afirma que o Pedro II determinará apenas o uniforme que será usado pelos alunos, sem discriminar se é masculino ou feminino. “Propositalmente, deixa-se à critério da identidade de gênero de cada um a escolha do uniforme que lhe couber. Estamos cumprindo a determinação de uma resolução vigente e procuramos de alguma maneira contribuir para que não haja sofrimento desnecessário entre aqueles que se colocam com uma identidade de gênero diferente daquela que a sociedade determina. Creio que a escola não deve estar desvinculada de seu tempo e momento histórico. A tradição não importa em anacronia, mas pode e deve significar nossa capacidade de evoluir e de inovar”, completou.

Luta contra o machismo
Em junho, para denunciar machismo e assédio que sofrem por causa do uniforme, alunos e alunas promoveram um "saiato" em frente ao Colégio Militar, como publicou em seu blog a colunista do EXTRA Berenice Seara.

"Numa rixa entre os dois colégios, começaram a trocar ofensas pelo Twitter e vieram atacar as meninas, por causa do tamanho das nossas saias. Então organizamos o movimento pacífico para mostrar que o tamanho da saia não justifica nenhum assédio e nem diz nada sobre o nível do ensino", afirmou M.K.I., de 17 anos, presidente do grêmio.

Fonte: extra.globo


Advertisement

Postar um comentário

Matérias passadas do blog aqui

Anúncios

 
Top