segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Escrava sexual de 11 anos é resgatada de cativeiro após enviar SMS ao pai

Madrugada desta segunda-feira (12), a Polícia Militar resgatou uma menina de 11 anos, desaparecida há cinco dias, em Goiânia. De acordo com a PM, a criança enviou um SMS ao pai por meio de um número desconhecido, que permitiu à polícia identificar os suspeitos. “Aí eu joguei esse número no Whatsapp e apareceu uma foto de identificação. Nela apareciam três homens e a placa de um carro no fundo. Aí levei isso para a polícia”, contou o pai da menina.

Na quarta-feira (7), a jovem disse aos pais que iria até a escola onde estudava, mas nunca mais apareceu. Seguindo as pistas informadas pelo pai da criança, os agentes conseguiram chegar até a casa onde ela estava, na Vila Pedroso. Na ação, a PM encontrou a jovem com dois homens, de 24 e 43 anos. Segundo a corporação, apenas o mais novo confessou que mantinha relações sexuais com a criança.

“Ela estava em um local escondido, um barracão, já totalmente preparado para esse tipo de ato ilícito. Segundo informações de vizinhos e da Inteligência da PM, ali era um ponto onde jovens ingeriam bebidas alcoólicas e praticavam atos sexuais”, explicou o tenente Célio Moura. Segundo informações da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), a vítima afirmou que foi abusada durante os dias que permaneceu na casa por um dos suspeitos detidos, além de um terceiro homem, ainda não foi identificado.

“Embora ela relate que tenha consentido com a prática sexual, pela idade dela, ou seja, uma criança de 11 anos, a pessoa que teve relacionamento com ela a estuprou. Então esses homens estão sendo presos por isso”, explicou a delegada Laura Castanho Teixeira.

A jovem afirmou que conheceu um dos suspeitos através de outras duas amigas, também menores de idade. “Agora é uma sensação de alívio, muito boa, maravilhosa, mas é o que eu digo para os pais: monitorem seus filhos, olhem as redes sociais, vejam com quem eles estão andando. Eu, infelizmente, nessa parte falhei. Mas graças a Deus eu corri atrás e consegui”, afirmou.(NM)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK