quarta-feira, 28 de setembro de 2016

LEM-BA: Prefeitura e Cargill assinam hoje protocolo de intenções para construção de indústria

O prefeito Humberto Santa Cruz, representando o município de Luís Eduardo Magalhães e o vice-governador, João Leão, representando o Governo do Estado da Bahia juntamente dos representantes da Cargill Agrícola S.A, assinam nesta quarta-feira, 28 um protocolo de intenções que viabilizará a construção e implantação de uma indústria de processamento de óleo e farelo de soja. A solenidade de assinatura do protocolo de intenções está marcada para as 11h da manhã no auditório do Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães (SPRLEM).

O investimento – que tem capacidade para processar 1,5 milhões de toneladas de soja por ano para abastecimento do mercado doméstico e exportação – tem orçamento previsto de aproximadamente U$ 200 milhões, deve gerar cerca de 200 empregos e movimentar U$ 750 milhões por ano. O complexo será instalado no Centro Industrial do Cerrado III.

O prefeito Humberto Santa Cruz lembra que as tratativas para viabilização do investimento tiveram início há um ano, como resultado de uma série de ações do Governo Municipal para assegurar condições para o pleno desenvolvimento da indústria, do comércio e dos serviços, por meio de um programa de atração de investimentos que busca proporcionar vantagens comparativas às empresas instaladas ou que vierem a se instalar no município. 

“A partir da assinatura e da instalação, manteremos o alto nível da produção do município, a geração de empregos e crescimento da economia, tendo como resultante a melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano e a redução das desigualdades sociais e regionais. É uma grande notícia para o nosso município, que será beneficiado com esse investimento e para a nossa população, que será contemplada com a qualificação profissional e a geração de emprego e renda”, aponta o prefeito.

A previsão é que a implantação da planta industrial da unidade seja feita no prazo de 48 meses. No entanto, o prazo estabelecido pode sofrer alterações em virtude de fatores técnicos e econômicos supervenientes ocorridos no período da instalação.

Fonte:ASCOM, Prefeitura de LEM
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK