quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Macaúbas-BA: Município poderá perder mais de R$ 5 milhões do Garantia Safra.

Parece que o macaubense tomou “gostou” pelas manifestações ou seria apenas “febre” pré-eleições. Isso talvez não importa. Fato é que a Câmara de Vereadores na manhã desta terça feira 13 – foi palco de cobranças por parte de dezenas de famílias que exigem da Prefeitura de Macaúbas o pagamento de duas parcelas do Seguro Safra no valor de R$ 27.421,00 que estão em atraso – uma já vencida em 22 de agosto e outra a vencer em 22 de setembro. 

Segundo o Presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável (CMDS), o agricultor Adilson de Oliveira, caso o município não honre com o pagamento destas duas parcelas, mais de R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de Reais), deixarão de ser repassados para os agricultores durante o ano de 2016/2017. Usando a Tribuna da Casa, Adilson informa que a Prefeitura deixou de pagar as parcelas desde janeiro, que eram mais suaves, sendo 5 parcelas de R$ 13.710, um renegociação foi feita, mas o município só pagou a primeira em 22 de julho (de R$ 27.421,00).

Adilson, disse não entender a “lógica matemática” do Poder Público: …”Como trocar, não ver benefício em pagar pouco mais de R$ 80 mil para perder milhões, prejudicando assim, a economia do município e mais de três mil famílias que muito dependem do Seguro Safra”. Além disso, o comércio local perde com a ausência destes recursos num época de crise como esta.

Finaliza sua fala, o presidente do Conselho que informou ter mantido contado com o Secretário de Agricultura Sr. João Vaz, mas o mesmo disse que estaria tendo dificuldades de falar com o Prefeito José João Pereira. Ora, se um secretário tem dificuldade de falar com o Prefeito, imaginemos nós, o cidadão comum?

Lembrando ainda que neste período, junho/julho, a Prefeitura gastou quase ou mais de R$ 1.000,000,00 (Um Milhão de Reais), nos festejos juninos/julinos, recursos estes que viraram pó!…(Fonte: Blog do Alécio Brandão)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK