segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Vídeo em Livramento: População agoniza barulho de escapamentos de motos durante campanha política.

O site L12 Sudoeste tem recebido nos últimos dias inúmeras denuncias de populares, reclamando do barulho provocado pelas motocicletas com escapes adulterados e barulhentos circulando durante os eventos políticos na cidade.
O problema tem se alastrado, principalmente no Centro, local mais cobiçado pelos apoiadores de candidatos. Pra escapar das regras estabelecidas pelo Ministério Público, os supostos eleitores providenciam as denominadas “carreatas e manifestações voluntárias”, fugindo de qualquer formalidade estabelecida pelas regras eleitorais.

Sem avisar a polícia, os arruaceiros infiltrados aproveitam para praticarem a baderna eleitoral. Segundo um dos reclamantes que mora na avenida Presidente Vargas, principal do município, nos finais de semanas a perturbação e o barulho chegam a ser insuportáveis.

“... Estive no hospital acompanhando uma tia minha, em estado crítico, e confesso, a cada moto que acelera desordenadamente em frente ao mesmo, chega a doer, se colocando no lugar do paciente”, revelou uma moradora.

O problema da baderna sonora, som automotivo em excesso e direção perigosa tem sido corriqueiro por parte de movimentos das duas coligações. A impressão é que o candidato não precisa de votos e sim de barulho para vencer as eleições, onde quanto mais barulho, mais forte o candidato, evidenciando somente a guerra pelo poder, pois é visivel a escassez de propostas firmes de governo visando amenizar o sofrimento da população.

Segundo a policia, muitos baderneiros infiltrados nos movimentos, muitos conscientes da impunidade, dificultam o trabalho dos policiais nas ruas. Vale ressaltar que a Delegacia de Polícia Civil da cidade não atende nos finais de semana e fica com os portões trancados, qualquer ocorrência tem que ser levada para Brumado, ficando a cidade, em tese, desguarnecida.

Furar o escapamento, retirar o miolo do silencioso – peça que reduz o ruído do motor da moto – ou simplesmente trafegar com escapamento defeituoso ou inoperante é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e considerado falta grave, punível com multa de R$ 127, 69 e perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Em muitos casos, a troca do equipamento por um fora do padrão ou o uso de um barulhento deixa de ser apenas infração de trânsito e passa a ser contravenção penal, a partir do momento que causa perturbação do sossego. Video abaixo:

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK