sábado, 15 de outubro de 2016

Ex-candidato a prefeito de Camamu, na Bahia, é morto a tiros, diz polícia

O ex-candidato a prefeito da cidade de Camamu, no baixo sul da Bahia, Joilson de Lima Oliveira (PV), de 44 anos, foi morto a tiros na manhã deste sábado (15), dentro da distribuidora de bebidas da qual era dono. As informações são da Polícia Militar.

Segundo a PM, familiares socorreram a vítima até o hospital municipal, mas Joilson não resistiu aos ferimentos. Ele concorreu ao cargo de prefeito nas eleições municipais deste ano, mas não foi eleito. Segundo a Polícia Militar, testemunhas disseram que dois homens a bordo de uma motocicleta vermelha entraram no local do crime e atiraram contra a vítima.

Os suspeitos fugiram e foram perseguidos pela polícia até o distrito de Travessão, mas os criminosos conseguiram escapar. As buscas pelos suspeitos continuam. Ainda não há informações sobre a motivação do crime. A Polícia Civil vai investigar o caso.

De acordo com um amigo da vítima, o ex-candidato a prefeito faria aniversário no domingo (16) e viajaria na segunda-feira (17) para o sul do país com a mulher, para comemorar também o aniversário de casamento. Ainda segundo o amigo, ele deixa três filhos.

Camamu é uma das 12 cidades com candidatos a prefeito eleitos que tiveram o registro indeferido. A candidata Ioná Magalhães, de 44 anos, foi mais votada, com 8.570 votos. A situação eleitoral na cidade está indefinida.

Fonte: G1/BA
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK