sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Passageiro e sargento da PM são mortos em assalto a ônibus na Brasilgás

Assalto a ônibus terminou com dois mortos na noite desta quinta-feira (27), em uma rua próxima à BR-324. Segundo a Central de Polícia, na região da Brasilgás, três homens anunciaram o roubo ao coletivo, que fazia linha Narandiba-Nova Brasília. O sargento da reserva da Polícia Militar Gilberto Miranda de Andrade, 56 anos, e Josenildo Santos Reis, 41, morreram. 

Segundo as primeiras informações, os três entraram no ônibus na entrada da Vila Canária e anunciaram o assalto na região da Brasilgás. A Central de Polícia recebeu uma solicitação de uma passageira do ônibus que desceu ao perceber uma "atitude suspeita" do trio - ela desceu e acionou a polícia, mas não sabia informar o número do coletivo. Os suspeitos entraram, passaram normalmente pela catraca e se sentaram em locais separados. 

Testemunhas disseram que quando o assalto foi anunciado o policial militar levantou e reagiu. Houve tiroteio e o sargento da reserva foi baleado várias vezes na cabeça. O passageiro Josenildo, que estava sentado, também acabou sendo baleado. 

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local para prestar socorro, mas foi constatado que os dois já estavam mortos. O crime aconteceu por volta das 19h15. Os suspeitos fugiram. 

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informa que o caso já está sendo investigado pela Força-Tarefa do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

"Já encaminhei o motorista e o cobrador do ônibus para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para que possam ser feitos os retratos falados dos criminosos", diz o delegado Odair Carneiro, coordenador da Força-Tarefa. "Estou indo agora na sede da empresa para pegar as imagens das câmeras do coletivo". (Do Correio)
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK