domingo, 9 de outubro de 2016

Quadrilha é presa com 30 Iphones escondidos debaixo da roupa.



A alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, apreendeu 30 aparelhos de iPhones 7 e 7 Plus, em diversas cores. Quatro passageiros estavam envolvidos na tentativa de burlar a fiscalização de produtos importados. O curioso é que todos os aparelhos estavam atados ao corpo dos viajantes, até próximo às cuecas.

Cada um deles portava apenas uma mala, onde estavam caixas com fones de ouvido, cabos e carregadores. A polícia encontrou os celulares — avaliados em aproximadamente R$ 100 mil– por meio de revistas pessoais. A apreensão, que ocorreu na terça-feira (4) mas só foi divulgada na quinta (6), foi resultado de uma operação que monitorou um dos envolvidos por duas semanas usando cruzamento de dados (número de dias de viagens, quantas viagens por ano, etc). Na área das esteiras de bagagem, a equipe da polícia identificou os outros três.

''As malas passaram pelo raio-x, que mostrou uma grande quantidade de caixas. A partir daí eles tiveram que ser abordados e passaram pelo raio-x de corpo'', disse Ricardo Mesquita, assistente do inspetor da alfândega do Galeão. Os quatro foram presos em flagrante pela prática dos crimes de descaminho e formação de quadrilha. Os smartphones foram retidos para aplicação da pena de perdimento — ou seja, podem ser destinados a leilão, doados ou incorporados como bens da União. Fonte: Uol.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK