terça-feira, 29 de novembro de 2016

Usuários de redes sociais acusam loja de aumentar preço de camisa de Chapecoense após tragédia.

Foto web

Grupo de fãs da Chapecoense usaram as redes sociais para reclamar da decisão da Netshoes que aumentou o valor da camisa da Chapecoense, segundo eles, após a tragédia que matou 70 pessoas, entre elas jogadores, membros da comissão técnica e diretoria do clube nesta terça-feira (29), na Colômbia. 

“Então você aumentou o preço da camisa da Chapecoense de 129,00 para 250,00, @sigaNetshoes?”, perguntou um usuário do Twitter. Outra pessoa fez o seguinte protesto: “Não comprem mais nada na @sigaNetshoes. Eles desrespeitam o consumidor diariamente”. 

Depois destas críticas, a Netshoes se defendeu através das redes sociais, emitindo uma nota oficial sobre o caso. Além disso, a empresa fez questão de lamentar o incidente que tirou a vida de mais de 70 pessoas. 

“Esclarecimento sobre os preços da camisa da Chapecoense: 

Em virtude da Black Friday, a camisa da Chapecoense estava com preço promocional e, na manhã de hoje, teve suas últimas unidades vendidas (camisa III) por R$ 159,00. Com o esgotamento do produto, por uma programação de sistema, o valor retornou ao preço original R$ 249,00, junto com o alerta de indisponibilidade do produto. 

Reiteramos que no momento estamos sem estoque do produto e que, em nenhum momento houve intenção de aumento do preço. Com o objetivo de sermos transparentes ajustamos manualmente o preço do produto para o valor inicial, embora o mesmo esteja indisponível. 

A Netshoes lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com todos os familiares, torcida e amigos dos envolvidos neste episódio.”, disse a Netshoes através de sua conta no Facebook. redacao@varelanoticias

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK