Anuncio

A repórter da TV Aratu, Ticiane Bicelli, e o cinegrafista da emissora, Liberato Santana, foram agredidos durante a produção de uma reportagem nesta sexta-feira (16), no Mercado do Peixe, no bairro da Calçada, em Salvador.

A agressão foi provocada por uma mulher de identidade ainda não revelada. Ticiane gravava um vídeo sobre cobrança no uso de banheiros no bairro, quando foi abordada de forma por duas mulheres, mãe e filha que trabalhavam no local. Uma delas ainda tinha deixado o local para pegar uma faca e continuar as agressões.

Ticiane apresenta arranhões no corpo, marcas de mordidas e ferimentos na boca. O cinegrafista também sofreu escoriações. O equipamento da equipe, câmera filmadora e microfone, foram danificados. As duas mulheres foram detidas. O caso foi registrado na Central de Flagrantes, no Iguatemi.

Por meio de nota, o Sindicato dos Jornalistas informou que "protesta e repúdia" as agressões. 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia protesta e repúdia agressão sofrida por equipe do Aratu Online formada pela jornalista Ticiane Bicelli e pelo cinegrafista Liberato Santana quando produziam matéria jornalística sobre cobrança do uso de banheiros no Mercado do Peixe, na Cidade Baixa.

Os profissionais foram agredidos física e verbalmente por uma mulher de identidade não informada e que, supostamente, é responsável pela cobrança.

O equipamento utilizado pelo cinegrafista foi
quebrado e os profissionais registraram queixa em delegacia. Essa agressão a integrantes da imprensa é um grave sintoma da violência que permeia a sociedade por atingir pessoas que são responsáveis por dar voz aos problemas desta mesma sociedade. O Sinjorba solicita o imprescindível apoio da Secretaria de Segurança Públicada Bahia para que a acusada seja identificada e julgada na forma da Lei.

Salvador, 16/06/2017 Marjorie da Silva Moura Presidente do Sinjorba”


Postar um comentário

 
Top