Anuncio

Clima, oferta e demanda, o cenário político e as oscilações de mercado. A maioria desses fatores influenciam na renda do produtor no preço da caixa de banana que não pode ser controlada por política agrícola e investimento dos agricultores. Já quando se fala em logística e infraestrutura de estradas, a situação é diferente. Se há algo que pesa nos custos de produção e impede o a produção de banana de ser ainda mais competitiva no cenário nacional, são os problemas enfrentados por quem produz na hora de escoar o principal produto.
O perímetro de irrigação do Projeto Formoso, administrado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF) localizado no município de Bom Jesus da Lapa, no Médio São Francisco baiano, passou a ser reconhecido como o maior produtor de banana do Brasil, no entanto a realidade vivida pelos produtores diante da falta de infraestrutura passam despercebida pelo poder público. Mesmo sendo maior gerador de riquezas do município, contribuindo com quase metade do PIB os produtores vivem ausência de condições das estradas.
Situação que se agrava na época da chuvas, no entanto, até no período de seca as estradas estão causando prejuízos para quem precisar transportar. Neste sábado(1º) mais um fato deixou os produtores revoltados, um caminhão carregado de banana tombou no Projeto Formoso H, causando grande prejuízo, e aumentando ainda mais a indignação de quem produz e não nem tem retorno na hora de escoar a safra.
Caminhão que tombou em 2016 carregado de banana, “A gente pede a chuva depois pede para estiar, porque estrada não tem. Virou um caminhão com uma carga bem ali, prejuízo total, uma bagaceira”.

Conforme um dos produtores, a situação é muito difícil, tanto no tempo da seca, com a poeira, como no tempo de chuva. “Você sabe conhece a palavra sofrimento, cê sabe não né? A gente sabe aqui. Porque quando chove aqui esse barro aqui é triste, ai o caminhão não entra, para pegar banana tem que baldear, um trator e um caminhão pequeno, o pior que não temos muito a fazer, só pedir a Deus”, disse. (Notícias da Lapa)

Postar um comentário

Pesquisar este blog

 
Top