LEM-BA: Sem segurança, ladrões invadem mercado municipal no Santa Cruz e fazem um limpa. - Blog Macaubense Life

AGORA

Post Top Ad

quarta-feira, 5 de julho de 2017

LEM-BA: Sem segurança, ladrões invadem mercado municipal no Santa Cruz e fazem um limpa.

Na madruga desta quarta-feira, 5, o Mercado Municipal de LEM, localizado no cruzamento das avenidas Ayrton Senna e Tancredo Neves, no bairro Santa Cruz, foi alvo de ladrões. Eles furtaram dinheiro e uma grande quantidade de carne da Casa de Carnes Bom Preço e da câmara fria, ambos localizados no interior do Mercado Municipal. De acordo com informações colhidas no local pela reportagem do Blog do Sigi Vilares, larápios tiveram acesso ao mercado por um dos portões que não possui cadeado é amarrado apenas por uma corda. Em seguida eles quebraram um dos cadeados do portão que dá acesso ao setor de box de carne, porém não conseguiram adentrar ao estabelecimento pelo portão. Mas, também não desistiram. 

Eles arrombaram uma proteção que fica na lateral do mercado e entraram no estabelecimento de onde de um único box levaram dinheiro e carnes, além de revirarem as gavetas do estabelecimento. Já do lado externo, os meliantes quebraram o cadeado da câmara fria do mesmo box da Casa de Carne Bom Preço de onde levaram outra grande quantidade de carne. Indignados, os comerciantes do mercado pedem mais segurança para o local, pois os guardas municipais que haviam no local não foram o suficiente para impedir a ação dos meliantes. Ainda de acordo com os comerciantes, o mercado está vivendo uma onda de insegurança e praticamente abandonado pela gestão do prefeito Oziel Oliveira. 

Eles denunciam que as câmaras de segurança não estão funcionando, que não há uma cerca elétrica e que durante o horário de meio dia, momento em que alunos estão chegando para o colégio, que fica ao lado, são obrigados a fecharem os portões do mercado pelo fato do consumo e o tráfico de droga. Ainda há no local, segundo os comerciantes, pessoas que usam o mercado para terem relações sexuais. "Já estamos em julho e o prefeito nem sequer se reuniu com nós comerciantes do mercado para saber a situação que estamos vivenciando", reclamou uma feirante. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário