Anuncio

O professor Gilvan Moreira da Silva, um dos representantes do sindicatos dos professores de Brumado (APLB), terá que indenizar em R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais), por danos morais, o ex-secretário de Recursos Hídricos e Meio Ambiente do município de Brumado, Rodrigo Cunha Vasconcelos, filho do prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB). 

De acordo com o processo, no dia 24 de março de 2017, o professor teria se envolvido em uma confusão com Rodrigo e, logo em seguida, o agredido fisicamente. Na ocasião a vítima chegou a receber um soco no rosto deferido pelo professor. O tumulto aconteceu em uma sessão extraordinária realizada na câmara municipal, onde os vereadores tinham acabado de votar projetos de Lei, de autoria do poder executivo, no qual um dos projeto visava unificar os sindicatos em um único, que acabaram não agradando a classe. Após ter registrado o BO, o secretário decidiu entrar com ação contra o docente. 

O Juiz Rodrigo Souza Britto julgou Procedente os pedidos para condenar a parte acionada a pagar a referida indenização por danos morais. Não havendo pagamento voluntario, no prazo de 15 dias, o montante da condenação será acrescido de multa no percentual de 10% (dez por cento). (Fonte: Brumado Urgente) Vídeo abaixo 97 News Notícias:

Postar um comentário

 
Top