Anuncio

Um homem, de 30 anos, foi denunciado após invadir o túmulo de sua ex-namorada e atear fogo no caixão com o cadáver dentro. O caso aconteceu na vila de Menshchikovo, na região central de Kurgan, na Rússia, cinco anos após a morte de Olga Gileva.

Segundo testemunhas, ela teria se suicidado porque não aceitava o fim do relacionamento com Yuriy Golovin e ele acreditava que o espírito dela não o deixava em paz. Yuriy teria consultado um vidente que teria dito que era preciso queimar o cadáver da ex-namorada, para que ele parasse de ter pesadelos com ela.

De acordo com informações da polícia, Yuriy incendiou o caixão com a ajuda de um amigo, de 23 anos, que também foi detido. Caso os suspeitos sejam considerados culpados, eles poderão pegar até cinco anos de prisão.

Postar um comentário

Pesquisar este blog

 
Top