Anuncio

Uma mulher foi presa, nesta quarta-feira (2), no município de Jeremoabo, na região norte do Bahia, por permitir que as duas filhas dela fossem estupradas durante um período de dois anos pelo companheiro da suspeita e um primo dele. Os dois homens também foram presos, segundo informações divulgadas pela Polícia Civil.

Conforme a polícia, Adriano Santos Nascimento, Benival Santos Ferreira e a mãe das vítimas, Bernadete Alves de Menezes, tinham mandado de prisão preventiva em aberto e foram localizados por policiais da Delegacia Territorial (DT) do município, após denúncia anônima.

De acordo com o delegado Ailton José de Souza, que apura o caso, as investigações revelaram que as duas garotas estavam sendo estupradas desde 2015 por Adriano, que é companheiro de Bernadete, e pelo primo dele, Beneval. Tudo com a conivência da mãe, segundo a polícia.

Foi apurado também, segundo a polícia, que Bernadete costumava promover "festinhas" na residência que morava com as filhas, com consumo de bebidas alcoólicas, deixando as duas garotas expostas e, assim, criando oportunidades para que os dois homens se aproveitassem da vulnerabilidade das vítimas.

Autuados por estupro de vulnerável, pela Lei Maria da Penha e pelo Estatuto da Criança e Adolescente, Adriano, Benival e Bernadete foram encaminhados ao Presídio de Paulo Afonso. As duas adolescentes foram entregues ao Conselho Tutelar de Jeremoabo. Fonte do G1 Bahia.

Postar um comentário

Pesquisar este blog

 
Top