Anuncio



Uma mulher foi presa em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, nesta sexta-feira (25), por suposto envolvimento no sequestro de um cigano na Bahia. Segundo a Polícia Civil, ela foi detida enquanto sacava parte do dinheiro pedido como resgate para a família da vítima. A prisão ocorreu depois que um homem, também suspeito de participar do sequestro, foi preso na Bahia. A vítima, segundo a Polícia Civil, continua desaparecida.

Girelene Souza Nascimento tentava sacar parte dos R$ 155 mil solicitados para liberar a vítima. O G1-BA não conseguiu localizar a defesa da suspeita. Ela foi presa depois que Anderson Santos Weber, detido no dia 8 de agosto, informou que parte do dinheiro havia sido depositado na conta da suspeita. Ele teria recebido R$ 490 mil para soltar a vítima. Os dois, segundo a polícia, são integrantes de uma quadrilha. A suspeita foi detida em flagrante pelo crime de extorsão mediante sequestro. Girelene foi encaminhada para delegacia onde prestou depoimento.

Entenda o caso
O cigano Iranildo Queiroz, conhecido também como Ira, foi sequestrado no dia 08 de agosto quando estava em um ferro velho, no bairro Iguape, zona norte de Ilhéus. Segundo testemunhas, cerca de sete a oito homens fortemente armados renderam a vítima e fugiram em dois veículos - Um Toro de cor branca e um pálio de cor prata. Os veículos utilizados no sequestro foram abandonados pelos criminosos em locais distintos. Até o momento não há informações sobre o paradeiro do cigano. A Polícia continua investigando o caso.

Postar um comentário

 
Top