janilton jesus janilton jesus Author
Title: Paramirim-BA: Jovem investe R$ 6 mil e cria ‘Ferrari’ artesanal no sudoeste baiano.
Author: janilton jesus
Rating 5 of 5 Des:
Morador da cidade de Paramirim, sudoeste da Bahia, Geovane Félix Ramos Santos, de 23 anos, se inspirou no modelo italiano da “Ferrari” p...
Morador da cidade de Paramirim, sudoeste da Bahia, Geovane Félix Ramos Santos, de 23 anos, se inspirou no modelo italiano da “Ferrari” para criar um automóvel artesanal e chama atenção na cidade. Ele começou a fazer a engenhoca em outubro do ano passado e levou para dar uma volta nas ruas da cidade no último domingo (6).

Geovane cresceu na oficina do pai, ferreiro de 61 anos, e desde cedo o jovem começou a dar asas a invenções por prazer. Ele chegou a trabalhar por seis anos consertando motocicletas e hoje é auxiliar em um salão de beleza na cidade. A engenhoca inspirada na “Ferrari” foi criada nas horas livres. “Quando eu tinha na faixa de 14 anos, começava a criar bicicletas diferentes, fazia motos diferentes. Aprendi tudo com meu pai, nunca fiz curso sobre isso”, disse ao G1 nesta sexta-feira (11).

A ideia de montar o automóvel artesanal surgiu depois que ele viu uma invenção parecida que circulou pela internet: uma Ferrari com motor e rodas de bicicleta. “Pela internet eu vi um rapaz que fez uma Ferrari movida a pedal. Ele tinha feito com pneus de bicicleta. Vi na internet e pensei em fazer uma com motor de motocicleta só para eu usar”, contou.

Diferente das altas velocidades alcançadas pela Ferrari original, a invenção de Geovane só chega a cerca de 40 km/h. Ele diz que criou o objeto por prazer, apenas para circular na cidade. Ele afirma que investiu cerca de R$ 6 mil no “brinquedo”, que é capaz de levar apenas dois passageiros.

“Eu fiz na intenção de um brinquedo para me divertir na cidade. Eu inaugurei ele domingo passado e dei volta no quarteirão de casa. As pessoas tiraram foto e curtiram”, relatou ao G1. “Comprei motor de motocicleta, caixa de marcha, a borracha do pneu de carro, tinta, solda, ferros, vidros, painéis. Fora a minha mão de obra. Eu mesmo que montei tudo sozinho e usava a estrutura da oficina de meu pai”, contou. O jovem também fez os bancos e o aro do automóvel artesanalmente.





Advertisement

Postar um comentário

Anúncios

 
Top