Anuncio

O Ministério Público do Trabalho da Bahia (MPT-BA) instaurou inquéritos para investigar as mortes de dois homens que trabalhavam em uma mina em Sento-Sé, no sertão do São Francisco, e de um operário na Basf, em Camaçari.


O órgão ainda apura graves acidentes com um gari em Condeúba e com um operário em Luís Eduardo Magalhães. Os casos acenderam o alerta do MPT sobre a garantia de um meio ambiente de trabalho sadio e livre de riscos de acidentes. 

“A segurança no trabalho é o resultado de uma série de medidas sobrepostas e regulamentadas para cada tipo de atividade e não podemos admitir que ainda hoje haja tantos acidentes e adoecimentos decorrentes de descumprimento do que está na lei e nas normas do Ministério do Trabalho”, afirmou o procurador-chefe do MPT na Bahia, Alberto Balazeiro. 

“Não há reforma trabalhista que autorize um empregador a ser omisso quanto à segurança de seus empregados, que têm sim que usar equipamentos de proteção individual e seguir regras de segurança, mas que precisam e devem ser fiscalizados pelos empregadores”, alertou Balazeiro.

O MPT também investiga questões trabalhistas do acidente com a lancha entre Mar Grande e Salvador, na última quinta-feira (24), já que havia quatro tripulantes na embarcação que adernou. Além desse, também está sendo apurado um acidente de trabalho na Fábrica de Vassouras Varrela, em Itamaraju-BA. 

Postar um comentário

Pesquisar este blog

 
Top