Anuncio



No Alagoas, após prender um bandido que já utilizava tornozeleira eletrônica, por quebra da medida cautelar, um policial é orientado por um juíz de execuções a soltá-lo. O policial argumenta que o bandido deveria ser recebido pelo Centro de Operações Penitenciárias (COPEN), orgão responsável em função de o elemento ser reincidente e estar usando tornozeleira eletrônica.

O COPEN, porém, informou que o elemento deveria ser levado para a Central. Na Confusão, o policial contatou o juiz que informou que o policial deveria liberá-lo. O caso foi noticiado no Programa Plantão Alagoas da TV Ponta Verde. (Jornal da Cidade) Vídeo abaixo:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

 
Top