Anuncio

A garota que foi agredida com 54 golpes de faca no dia 25 de agosto deste ano em uma residência na Expansão do Conjunto Feira IX, em Feira de Santana, recebeu alta do Hospital Geral Clériston Andrade na ultima sexta-feira (1). Por conta dos ferimentos ela recebeu 207 pontos.

Segundo a polícia, o acusado do crime Luís Henrique Cerqueira, foi preso e autuado em flagrante pela delegada Maria Clécia Vasconcelos, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam).

Ao Acorda Cidade a jovem informou que não esperava esta reação dele e que ambos não eram namorados. Ela disse também que ele nunca a ameaçou nem demostrou comportamento agressivo.

“Eu estava na casa da minha prima. De manhã cedo levantei para ir ao banheiro, o telefone tocou via WhatsApp aí eu atendi. Era ele dizendo que precisava falar uma coisa comigo, urgente. Ele perguntou onde eu estava e eu caí na besteira de dizer que estava na casa da minha prima. Ele apareceu lá uns 20 minutos depois, a gente conversou normalmente perto do portão, depois ele pediu para ir ao banheiro. Eu fiquei esperando apoiada em pé no sofá quando fui surpreendida pelos primeiros golpes. Ele tapou minha boca, eu ainda tentei correr, mas ele conseguiu me derrubar no chão. A gente era amigo, ficamos uma vez, mas nada sério. A gente não tinha um relacionamento amoroso. Ele tinha pedido a mim em namoro faz um tempo. Ele nunca foi agressivo, nunca fez ameaça nem nada”, relatou.

Segundo a vítima, o agressor também feriu a prima dela, quando a mesma tentava salvá-la.

“Minha prima estava dormindo e quando ela ouviu os gritos veio doida tirando ele de cima de mim. Ele ainda a acertou com duas facadas no peito. Ele olhava no meu olho enquanto me agredia. Espero que ele fique preso e pague por tudo que fez. Eu não sei por que fez isso. Minha prima me puxou para fora de casa e depois ligou para meus pais e para a emergência. As vizinhas disseram que ele saiu correndo dizendo que estavam tentando matar ele, e se escondeu na casa de uma mulher, mas as pessoas sabiam o que tinha acontecido e tiraram ele. Ele estava todo sujo de sangue”, disse.

A garota foi ferida no pescoço, mãos, pernas, seios, costas, cabeça, braços, e teve uma perfuração no pulmão. “Também tive uma perfuração que vazou sangue pelo olho, mas graças a Deus estou enxergando bem”, ressaltou a vítima lamentando as marcas que agora traz pelo corpo e na alma. “Me olho e não me reconheço. É muito estranho”. O agressor está preso no Conjunto Penal de Feira de Santana.

Postar um comentário

Pesquisar este blog

 
Top