Anuncio

Um fato comoveu várias pessoas nos dia de ontem 28, data marcada por várias coincidências e de repente algo de muito estranho aconteceu em um velório ocorrido pela manhã, por volta das 9:00 em Macaúbas-BA.

Tudo se iniciou quando ao colocar o caixão em cima da sepultura feita padronizada, (todas são do mesmo tamanho, cabe todo tipo de caixão dentro), portanto o inesperado aconteceu, que o caixão não coube na sepultura, pessoas e o coveiro viraram o caixão de um lado para outro e nada, corta parede e nada do caixão descer. 

Será o que está acontecendo, comentou um, mas todos ali ficaram duvidando de algo e realmente foi muito estranho, alguma coisa estaria para acontecer no velório, daí então um zumzum, o que está acontecendo gente.

Eis que então surgiu de repente, um garotinho de apenas 15 anos de idade muito tímido, de boa aparência, adentrou pelos portões do cemitério e sem ninguém saber, chamou um membro da família e contou-lhe, que queria ver seu pai pela última vez e o homem ficou perplexo, sem palavras, pois nem ele e muito menos a família, sabiam que o morto teria outro filho. Já dentro do cemitério, chegou com o garotinho próximo ao caixão e lhe apresentou a família, dizendo que o menino era filho do jovem falecido. Nesse momento parte do povo que estavam ali se comoveram e abraçaram o garoto. A irmã do falecido, não estava acreditando entre outros parentes muitos próximos. 

O garoto disse, que seu pai tinha feito uma visita há 12 anos atrás, quando ele tinha somente 3 anos de idade. Voltando ao fato, sua mãe ao saber do falecimento de seu pai, disse ao menino, que ele teria morrido e ainda dava tempo de vê-lo pela última vez e foi o que ele fez. De um povoado próximo a Macaúbas, o garoto partiu em direção ao cemitério que fica localizado no loteamento Mundo Novo. 

Agora, você acredita em sinais divinos, pois bem, o sinal, foi que o caixão não entrava na sepultura e muito menos encaixava, só após o garoto chegar, contar sua história, ver seu pai, comover toda família, ver seu outro irmão quase da mesma idade, seus primos, suas tias e tios, dai sim o sepultamento aconteceu. Essa versão verídica e autorizada, que nos contou hoje, foi um parente da vítima enterrado ontem, no cemitério municipal de Macaúbas. [Blog Macaubense Life]

Postar um comentário

 
Top