Vídeo: Vereador diz que baianos são safados e traficantes; comissão da OAB pede providências. - Blog Macaubense Life

AGORA

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Vídeo: Vereador diz que baianos são safados e traficantes; comissão da OAB pede providências.

Um vereador da cidade de Ipojuca, em Pernambuco, não poupou ofensas à população baiana durante sessão pública. Em vídeos que circulam nas redes sociais, Alberico da Cobal (PMDB) disse que os baianos que vivem no município são safados e traficantes.

“O que tem de baiano safado dentro desse município não tá no gibi. Vieram pra aqui, muitos não foram embora, e o que tem deles traficando drogas e vendendo drogas nesse município não tá no gibi. To falando aqui com a convicção de quem conhece esse município. São desbocados, não têm respeito, e eu digo a vocês: se a gente não toma conta desse município, esse município vai sair de ladeira abaixo. Se teve um baiano que votou em mim, agradeço, mas não quero mais voto, não”, declarou, sendo ovacionado entre os presentes.

A crítica do vereador se iniciou quando ele sugeriu que os baianos iam para Ipojuca tomar as vagas de trabalho que poderiam ser de cidadãos locais. “É uma safadeza. (…) O baiano vem de lá pra cá, o cara só sabe jogar pedra nos outros e fez muita greve aqui. (…) O cara quando bota um currículo já tá com gerente, diretor… É uma safadeza”, declarou Alberico da Cobal.

No momento, uma senhora tentou rebater as ofensas, mas foi ameaçada de ser retirada do ambiente e até presa. “Baiano é desse jeito. Sou contra qualquer tipo de preconceito, não tenho preconceito com nada – com gay, com lésbica -, nem religião nem nada. Nem sou contra os baianos. Sou contra a safadeza dos baianos”, acrescentou o vereador.

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia (OAB-BA) enviou um requerimento ao presidente Luiz Viana para que fosse solicitado ao presidente da seccional de Pernambuco a diligência da ata da sessão referida, bem como a existência de quebra de decoro parlamentar.

Esta é a segunda vez que a população baiana é alvo de preconceito por procedência regional. O primeiro caso aconteceu em Farroupilha, no Rio Grande do Sul. “A OAB-RS já está tomando as providências lá, encaminhando ata para análise e verificando quebra de decoro parlamentar e preconceito por procedência regional. São providências preliminares de constituição de provas”, explicou Eduardo Rodrigues, presidente da Comissão de Direitos Humanos. A expectativa é que neste caso recente, o presidente Luiz Viana contate a seccional pernambucana da OAB para dar início a processo semelhante. Bahia Notícias  // Vídeo abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad