Brasil: Ônibus de excursão tomba matando duas crianças e um rapaz na rodovia BR-116 - Blog Macaubense Life

AGORA

Post Top Ad

domingo, 19 de novembro de 2017

Brasil: Ônibus de excursão tomba matando duas crianças e um rapaz na rodovia BR-116


Um grave acidente envolvendo um ônibus deixou ao menos três mortos e 33 feridos, na manhã deste domingo, na Rodovia BR-116 (Presidente Dutra), trecho do município de Paracambi, na Baixada Fluminense. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre as vítimas fatais estão duas crianças e um homem.

A Polícia Civil confirmou as mortes de Eduardo de Miranda de Lima, 1 ano, Diego Souza Santos, 10 anos, e Daniel Duarte Santos, 30 anos. O corpo dos três foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Nova Iguaçu. Ainda não há informações sobre a data e local de sepultamento das vítimas. Segundo a PRF, que atuou com equipes no local junto ao Corpo de Bombeiros, o coletivo da linha Duque de Caxias x Barra do Piraí, da viação Divina Luz, tombou na via por volta das 8h. O ônibus, que estava com 36 passageiros no momento do acidente, teria capotado em uma curva.

“Estava dirigindo pouco à frente do ônibus, quando ouvi um grande estrondo. Chovia forte na hora e desconfiei que tinha sido um acidente grave. Por isso parei e fui a pé em direção ao veículo”, contou o caminhoneiro Geovane Marcelino Gomes, de 65 anos, que diz ter ouvido gritos de desespero das vítimas.

“Tinha muita gente chorando. Fiquei chocado com as cenas. Liguei imediatamente para as autoridades, pedindo socorro”, completou o motorista. As vítimas foram levadas para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), também conhecido como Hospital da Posse, Hospital Flávio Leal, em Piraí, e Hospital São João Batista, em Volta Redonda. De acordo com a CCR Nova Dutra, concessionária que administra a via, um ferido está em estado grave, cinco tiveram ferimentos moderados e 27 ficaram com ferimentos leves.

Em nota, o Hospital da Posse informou que oito pessoas deram entrada na unidade de saúde, sendo duas crianças. Os feridos foram levados por ambulâncias do Corpo de Bombeiros e Samu e receberam atendimento na emergência adulto e pediátrica do hospital pelas equipes médicas de plantão.

Segundo a assessoria de imprensa do HGNI, todas as vítimas estão lúcidas e o estado de saúde delas é estável. Entre elas estão: Érika Ferreira dos Santos, de 26 anos, e seus dois filhos, uma menina 7 e um menino de dois anos; Alice Salustiano da Silva, 28 anos; Bruna Silvério de Lima, 28 anos; Wagner da Silva Amaro, 26 anos; Roque Batista, 63 anos; Osvaldo Ferreira da Silva, 65 anos. Por causa do acidente, a pista no sentido São Paulo da Dutra chegou a ficar interditada para o atendimento às vítimas. Às 10h05, a faixa da esquerda foi liberada e às 10h28 a faixa da direita ficou livre.
Vítimas iriam para parque aquático

As 36 vítimas seguiam em uma excursão para o parque aquático Aldeia das Águas, em Barra do Piraí. Ao menos 10 pessoas de uma mesma família estava no veículo. “Era a primeira vez que a minha irmã, o filho e o marido iriam para esse parque. Estou muito nervosa pois não sei mais informações sobre o meu cunhado”, conta Sandra Silva, 33 anos, técnica de enfermagem. De acordo com a técnica, a irmã Alice Salustiano da Silva, que fraturou o fêmur, não sabe para qual hospital o marido foi levado. “Ela está desesperada porque ainda não tem informações”, revela Sandra. “Estamos em busca do meu cunhado e isso agoniante. Eu só peço a Deus que o encontremos o Daniel e que Deus conforte o coração das famílias”, disse Cristiano Pontes, cunhado de Alice.

“Vou ter que percorrer nos hospitais e vê se ele está em algum. Essa era uma excursão para o parque aquático. Eles saíram cedo e estavam felizes. Eu estava trabalhando e a minha mulher me avisou. Essa é uma fatalidade e tenho esperança de encontrar os meus outros parentes com vida”, compeltou Cristiano. “Alice me contou que o ônibus estava devagar e de repente freou e capotou”, comentou a irmã da vítima sobre como teria sido o acidente.

“Ficamos sabendo do acidente por um funcionário do hospital que ligou para a nossa casa. Cheguei aqui e encontrei o meu irmão (Roque Batista dos Santos) e os dois netos dele. Há um desencontro de informações. Ninguém diz nada. Vi o meu irmão e o neto dele, de 2 anos, que está todo machucado. Nesse ônibus só tinha amigos e familiares. É uma angústia muito grande. Queremos informações. O meu irmão disse que ele escutou o barulho do pneu furar. O outro neto do meu irmão foi retirado das ferragens pelos bombeiros e o segundo se arrastou e saiu sozinho”, relatou Ivaldo Batista dos Santos, eletricista.

Todas as vítimas são moradoras do bairro Parque Fluminense, em Duque de Caxias, e estavam muito felizes e animados para o passeio. “No ônibus tinha o meu marido, o meu filho e dois netos. Eles iriam passear e se divertir e aconteceu isso. Infelizmente, isso é coisa da vida. Deus está no controle”, disse a parente de quatro das vítimas, que não quis se identificar. Segundo a mulher, ela se livrou do acidente porque é evangélica e tinha um compromisso na igreja.


O subgerente de tráfego Fábio Oliveira, representante da empresa Trel, dona da viação Divina Luz, disse que o motorista que conduzia o veículo no momento do acidente é “experiente”, e que “está na empresa há mais de 15 anos e conhece o trajeto que seria percorrido”. Sobre as condições do veículo, Oliveira explicou: “O ônibus é parametrizado para andar só a 90 km/h, como a via permite. Quando o motorista passa dessa velocidade o motor corta o óleo, fazendo com que o condutor tenha que reduzir a marcha”, disse. O representante disse ainda que a Trel vai acompanhar o caso e que está à disposição da Polícia Civil. “A empresa prestará toda a assistência as vítimas e aos familiares”, concluiu. A 51ª DP (Paracambi) investiga o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário