Vídeo: Colisão entre dois veículos mata duas mulheres na Zona Norte do Recife - Blog Macaubense Life

AGORA

Post Top Ad

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Vídeo: Colisão entre dois veículos mata duas mulheres na Zona Norte do Recife


Um acidente provocado pela mistura entre álcool, direção e imprudência deixou o saldo de duas pessoas mortas e outras quatro feridas, sendo duas crianças de 4 e 7 anos, por volta das 19h30 de ontem. A colisão, entre um Ford Fusion e uma SUV Toyota RAV4, ocorreu no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Cônego Barata, na Tamarineira, Zona Norte do Recife. Foi tão forte que a RAV4 capotou e ficou virada em cima da calçada.


Segundo populares e a polícia, o motorista do Ford Fusion, identificado como Victor Oliveira, estava sozinho no veículo e trafegava em alta velocidade pela Rua Cônego Barata. Ele teria avançado o sinal, colidindo na lateral da RAV4, que seguia pela Rosa e Silva. Populares tentaram agredir o rapaz, mas foram impedidos pela polícia.
Vídeo do acidente

Victor teve apenas ferimentos leves e foi levado para a UPA da Caxangá, onde fez teste de alcoolemia, que apontou 1,03 mg de álcool por litro de sangue. Pela lei brasileira, o máximo permitido é de 0,05 mg de álcool por litro de sangue. Victor foi medicado e levado para a Central de Plantão da Capital, onde permanecia até o fechamento desta edição, à meia-noite.

Todos os mortos e feridos graves estavam na RAV4. Na colisão, morreram a advogada Maria Emília Guimarães, 39 anos, e a babá que trabalhava para ela, identificada apenas como Roseane e que, segundo familiares, estava grávida. As duas chegaram a ser socorridas para o Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife, mas não resistiram aos ferimentos. O carro era dirigido pelo marido dela, Miguel Filho Motta Silveira, que ficou ferido e foi levado para o Hospital Santa Joana. O estado de saúde dele não foi divulgado até o fechamento desta edição.

Os filhos do casal também ficaram feridos. Miguel Arruda da Motta Silveira Neto, 4 anos, foi levado para o Hospital Santa Joana. O caso mais grave é o da irmã dele. Marcela Guimarães Mota Silveira, 7 anos, foi encaminhada para o HR, onde permanecia internada em estado grave. [JC Online] Vídeo abaixo:




Nenhum comentário:

Postar um comentário