Anuncio


A população da localidade de Vila Santana, na cidade de Sobradinho, norte da Bahia, reclama da instalação de um novo asfalto na pista que "derrete" com o calor, e aparenta ter má qualidade. Por conta disso, o asfalto acaba grudando em pneus de carros e sapatos dos moradores, causando atolamentos.

Mesmo com o problema, a Prefeitura de Sobradinho disse que os serviços de terraplanagem e pavimentação asfáltica seguem as normas técnicas do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e que reparos serão feitos nos trechos que tiveram algum defeito. A administração não detalhou quando esses reparos começam a ser feitos e também não explicou o motivo de o asfalto ter derretido.

"Os carros começaram a atolar na lama asfáltica. Além dos pés sujos, carros sujos, o piso da nossa casa suja frequentemente e compramos gasolina para limpar", diz o empresário Fábio Costa. No vídeo da reportagem [veja acima], ele chega a colocar a mão em um trecho do asfalto que está com um buraco e a pavimentação "desmancha".

A obra começou em fevereiro deste ano e custou cerca de R$ 1,3 milhões, com recursos da própria prefeitura. O prazo de conclusão era de 240 dias. "O dinheiro não foi aplicado, porque o trabalho não está bem feito", avalia o aposentado Valdo Dória, que mora em Sobradinho.

Os moradores dizem que, em algumas ruas, o asfalto foi feito com brita e um tipo de emulsão. Depois que carros passaram, britas começaram a se soltar. Para amenizar os problemas, uma camada de areia foi colocada na pista.

"Deu para amenizar, mas não para resolver o problema porque nossa região não é fria, é quente. Ficar derretendo todo dia, não vai dá certo", avalia o morador Heberson Monteiro, técnico em eletrotécnica.

Postar um comentário

 
Top