Após fazer declarações sobre homossexuais, Ratinho é acionado pela Defensoria Pública de São Paulo. - MACAUBENSE LIFE

Agora

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Após fazer declarações sobre homossexuais, Ratinho é acionado pela Defensoria Pública de São Paulo.


Na última quinta-feira, 4, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo entrou com uma representação contra o apresentador Ratinho. A solicitação instaurada afirma que o artista utilizou termos pejorativos em declaração sobre homossexuais feita pelo mesmo no Instagram. O órgão pede que a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo aplique multa por discriminação homofóbica. 

Sobre o assunto
"Em nenhum momento quis ofender nenhum gay, até trabalho com todos eles", diz Ratinho

Ratinho postou em seu Instagram na última quarta-feira, 3, um vídeo que criticava a Globo por ter “muito viado” na programação. “É muito viado: é viado às seis da tarde, é viado às oito da noite, é viado às nove da noite, é viado às dez da noite, é muito viado”, disse. 

No dia seguinte à publicação, que teve repercussão negativa nas redes sociais, o artista fez outro vídeo para se retratar, definindo a declaração do dia anterior como “uma brincadeira”. “Em nenhum momento quis ofender nenhum gay, até porque eu trabalho com todos eles, todos eles gostam muito de mim, eu gosto muito deles”, se defendeu.

Para o defensor público que fez a representação, Rodrigo Leal da Silva, o pedido de desculpas não muda a situação para o apresentador. “O fato de ele ter se retratado não exclui o caráter homofóbico da fala”, disse em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário