Vídeo: Maqueiros sofrem após demissão, choram e pedem desculpas: “Precisamos trabalhar” - MACAUBENSE LIFE

AGORA

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Vídeo: Maqueiros sofrem após demissão, choram e pedem desculpas: “Precisamos trabalhar”


Recentemente, uma polêmica tomou conta das redes sociais. Tudo começou quando os maqueiros Saimon Nunes e Luiz Gustavo, gravaram um vídeo dançando a música “Que tiro foi esse?”, da cantora Jojo Todynho, nas dependências do Hospital Santa Izabel, em Salvador. O vídeo foi compartilhado no grupo dos maqueiros no WhatsApp, e acabou vazando na internet.


A gravação custou o emprego de quatro pessoas. Nas imagens, Saimon e Luiz aparecem usando o uniforme do hospital. Os homens também utilizam uma cadeira de rodas da unidade de saúde. Com o refrão da música “Que tiro foi esse?”, eles caem no chão, simulando que foram atingidos por um tiro, em seguida, levantam e dançam.
Após a repercussão, os maqueiros se manifestaram sobre o caso. Chorando, pediram desculpas a instituição e explicaram que eles já estavam saindo do trabalho quando gravaram o vídeo. Eles contam que já tinham desempenhado o serviço durante o dia, e no momento da gravação, iriam trocar de roupa e voltar para casa. Os profissionais ressaltam, ainda, que não deixaram nenhum paciente esperando, como foi divulgado na nota do hospital.

Durante seu apelo, Luiz conta que comprou um apartamento há seis e ainda esta pagando as prestações. Ele não sabe o que fazer.

“Isso foi só uma brincadeira, um mal entendido. Peço a todos os empresários um novo emprego. Precisamos só de uma oportunidade para trabalhar e ajudar a nossa família”, pede Luiz, aos prantos. Ele pai de um filho.

Saimon, pai de três filhos, também está bastante arrependimento e pede uma nova oportunidade. “Não tenho o que falar do hospital. O hospital foi excelente com a gente. Nós erramos, peço desculpas ao coordenador do hospital, peço desculpa para todos. Não imaginávamos que iria ter essa polêmica toda, fizemos o vídeo na inocência. Não queríamos perder nossa emprego”, explica.

Alem de Saimon e Luiz, outros dois maqueiros também foram demitidos. O nome deles não foram divulgados.

O Simões Filho Online fez uma enquete por meio do Facebook, onde pegunta aos internautas: Você achou justa a demissão dos funcionários que gravaram um vídeo dançando “Que tiro foi esse” em um hospital de Salvador?

12 mil pessoas já opinaram e o resultado parcial aponta que 60% classificou a atitude do hospital como exagerada, enquanto que 40% achou justa a demissão. [Fonte Simões Filho Online] 


Nenhum comentário:

Postar um comentário