Fugitivo da cadeia de Guanambi-BA e mais três morrem em confronto com a PM em Ibirataia. - MACAUBENSE LIFE

Agora

domingo, 4 de março de 2018

Fugitivo da cadeia de Guanambi-BA e mais três morrem em confronto com a PM em Ibirataia.


O jovem Vinicius Scher Santos, vulgo ‘Pica Pau’ de 25 anos de idade, fugitivo da cadeia pública de Guanambi e mais três homens morreram, após um intenso tiroteio com a CIPE Central, na manhã desse sábado (3/3), no município de Ibirataia, no sul da Bahia.

Segundo informações, os indivíduos estavam trafegando em um carro na BA-120, trecho entre Ibirataia e Gandu, quando resistiram a abordagem dos policiais. Os suspeitos teriam disparado contra a viatura e fugido por uma estrada vicinal. Houve perseguição e os homens abandonaram o carro e tentaram fugir pelo matagal. No tiroteio, os quatro suspeitos foram baleados e socorridos com vida até o Hospital Geral de Ipiaú, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Conforme a polícia, os indivíduos faziam parte de uma organização criminosa que atua na região de Ibirapitanga, Gandu e Camamu.

Além de Vinícius, que é natural do município baiano de Itabuna, mas morou por muitos anos na Avenida Deolinda Martins, no centro de Guanambi, a polícia já identificou Caique Lima dos Santos, apelidado de Marreta, acusado de queimar viva a sua companheira, de 62 anos, na zona rural de Ibirapitanga, em 2015. Ele também teria participado do assalto e sequestro de um empresário de Ipiaú em dezembro de 2015. Outro homem morto no confronto foi identificado como Celso de Jesus, apelidado de Babão, morador de Ibirataia. A identidade do outro suspeito não fora divulgada até o fechamento da matéria.

Foragido da justiça desde o dia 12 de abril de 2017, Vinícius sofreu uma tentativa de homicídio em novembro de 2015, na praça da Prefeitura de Guanambi. Ele foi atingido por disparo de arma de fogo, mas conseguiu fugir e se esconder no setor de tributos da prefeitura. Ele tentou se livrar de uma sacola com R$ 7.900,00 após ficar ferido. Na época, a polícia apontou Vinícius como gerente de uma das facções criminosas que atuam no tráfico de drogas na cidade, sendo ele autuado e preso. Antes disso, em dezembro de 2014, ele havia sido detido por policiais da Cipe-Sudoeste portando um revólver calibre 38, conforme informou o site Agência Sertão.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário