Ipupiara-BA - o Adeus à "princesinha" Esther da Comunidade de Sodrelândia - MACAUBENSE LIFE

Agora

sexta-feira, 23 de março de 2018

Ipupiara-BA - o Adeus à "princesinha" Esther da Comunidade de Sodrelândia


Na manhã desta quinta-feira (22), morreu a menina Esther, da comunidade de Sodrelândia. Ela tinha uma imunodeficiência combinada grave que é uma imunodeficiência primária que resulta em baixos níveis de anticorpos (imunoglobulinas) e um número baixo ou ausente de células T (linfócitos). 


Seu corpo está sendo transferido de Curitiba à Salvador, onde a previsão de chegada na comunidade de Sodrelândia, está prevista para a noite desta sexta-feira, ainda sem horário definido. Seu sepultamento, também ainda sem horário definido, acontecerá no Cemitério São José de Sodrelândia.


CONHEÇA O CASO 

Esther Nunes de Oliveira Sodré, faria 1 ano e 6 meses no próximo dia 24 de março. Filha do casal Luiz Eugênio e Leiane, a criança nasceu com imunodeficiência combinada. grave é uma imunodeficiência primária que resulta em baixos níveis de anticorpos (imunoglobulinas) e um número baixo ou ausente de células T (linfócitos)... 



Esther foi uma batalhadora pela vida. A menina passou por várias internações onde por muitas vezes ficou na UTI. A maior parte dos bebês com imunodeficiência combinada grave, contrai pneumonia, infecções virais persistentes, candidíase e diarreia ... LUTA PELA VIDA



Desde seu nascimento, seus pais sempre fizeram de tudo para conseguir a cura de sua filha. Ela era "sua jóia rara" como sua mãe a definiu em uma postagem no facebook. 

Leiane desde então, dedicou sua vida para cuidar de sua princesa. 


O casal se mudou para Feira de Santana, onde praticamente moravam no Hospital da Criança. Foram várias noites sem dormir, vários momentos de muito desespero ao ver sua pequena entre a vida e a morte. Mas a menina era guerreira. Resistiu bravamente à Pneumonias, infecções e outras complicações derivadas da grave doença... 
E o que falar de seu Pai, Luiz Eugênio? Outro guerreiro! Em momento algum pensou em desistir de ver sua filhinha curada. E com a benção de Deus, foi "contemplado" para ser o doador da medula, a qual seria a única forma de trazer a cura para sua menina. 

Após identificado o diagnóstico e encontrado o doador, foram transferidos para Curitiba, capital do Paraná, onde seria feito o transplante. Antes do procedimento, Esther passou por várias sessões de quimioterapia. Teve algumas paradas cardíacas mas continuou resistindo bravamente... 

No dia 22 de março de 2018, por volta das 5 horas da manhã, a triste notícia. Nossa "pequena grande guerreira" perdera a batalha... A batalha; não a guerra. Pois os guerreiros mais valentes, jamais morrerão. Eles continuarão vivos dentro do coração de cada pessoa. Um exemplo de superação e luta pela vida que jamais será esquecida. 


Descanse em paz Anjo de Luz. Você cumpriu sua missão aqui na terra que, embora por pouco tempo, deixou em nossos corações o maior dos sentimentos: O AMOR! 
Siga em frente Luiz Eugênio e Leiane, na certeza que vocês também cumpriram essa difícil missão de ver seu pequeno anjinho seguir para o céu. Vocês são exemplo para o povo de Sodrelândia e de toda região. 

Receba nosso grande abraço e a certeza que serão para sempre amados e respeitados por todos nós. Nossos sinceros sentimentos de pesar. [Equipe Brotas News // Fotos: Arquivo Familiar]

Nenhum comentário:

Postar um comentário