Homem joga R$ 70 mil do patrão no lixo por engano e dinheiro... - MACAUBENSE LIFE

Agora

sábado, 19 de maio de 2018

Homem joga R$ 70 mil do patrão no lixo por engano e dinheiro...


Uma história inusitada que poderia ter terminado com um enorme prejuízo acabou com um final feliz em Tupã (SP). Um funcionário jogou fora, por engano, um saco de lixo com R$ 70 mil em dinheiro que pertencia ao patrão, mas o montante foi recuperado com ajuda dos próprios coletores de lixo.

Tudo começou na manhã de sexta-feira (18), quando o funcionário de uma loja de lubrificantes colocou na rua um saco de lixo que encontrou no estabelecimento. Ele não sabia, porém, que seu patrão havia colocado no saco alguns pacotes de dinheiro, num total de R$ 70 mil, para serem levados ao banco em seguida.


Quando descobriu o que havia no saco, o funcionário ainda tentou correr atrás do caminhão da coleta de lixo que havia passado pela Avenida Brasil, o endereço da loja, minutos antes. Segundo um dos coletores, a equipe não percebeu nada de anormal naquele saco, que inclusive foi prensado pela pá do caminhão que faz esse serviço, para compactar o total de lixo coletado.

O empresário entrou em contato com o setor da coleta de lixo e seguiu para aterro sanitário na tentativa de localizar seu dinheiro. Lá, contou com a ajuda da equipe de três homens (dois coletores e o motorista do caminhão) para rasgar todos os sacos, até encontrar o dinheiro.

“Parecia ser uns pacotes de R$ 10 mil cada, achamos uns sete pacotes desses. Nunca tinha visto tanto dinheiro junto, só na televisão”, conta o coletor Juliano Batista Quirino. O motorista do caminhão disse que se sentiu recompensado por agir com honestidade ao devolver o dinheiro, apesar de acreditar que isso deveria ser obrigação de todo mundo.

“A gente se sente aliviado e feliz por ter ajudado a achar o dinheiro e devolver ao dono. Só gostaria que nossos políticos também agissem dessa forma”, diz Rogério Alves. O empresário agradeceu a equipe da coleta e deu R$ 100 para serem divididos entre eles. [Fonte: G1]


Nenhum comentário:

Postar um comentário