Menino de 8 anos é morto com um tiro no olho e caso intriga a polícia - MACAUBENSE LIFE

Agora

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Menino de 8 anos é morto com um tiro no olho e caso intriga a polícia

A morte do menino Lazaro Augusto Fernandes Peres, 8 anos, ainda é uma incógnita para a Polícia Civil. Até agora, a única confirmação é que a criança morreu por causa de ferimentos causados por um tiro no olho, no início da tarde de terça-feira, 19, em Santa Maria.

De acordo com a delegada responsável pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Luísa Santos Sousa, a principal linha de investigação aponta que Lazaro teria chegado já ferido na casa de um amigo, de 9 anos, no Bairro Caturrita.

Segundo um familiar, Lazaro teria saído da Escola, onde cursava o 3º ano do Ensino Fundamental, por volta do meio-dia e aparecido na porta da casa do amigo.

A delegada relata que o amigo contou que abriu a porta e viu que Lazaro estava ferido e perguntou o que tinha acontecido. Neste momento, o garotinho caiu no chão. Quando a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, ele já estava sem vida.

– A criança (amigo de Lazaro) contou exatamente isso. Ele estava sozinho em casa quando a vítima chegou. Nós estamos tratando ele apenas como uma testemunha – explicou a delegada.

– Ele era uma criança muito calma, não era de briga. Não sabemos dizer o que houve. Quando cheguei no local, não havia ninguém em casa, apenas a polícia conversando com alguns vizinhos. Um vizinho nos contou que o corpo dele foi arrastado até o local onde ele caiu – comentou a tia do garoto.

Conforme a delegada, o pai do amigo de Lazaro, de 31 anos, foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo. Logo após o fato, ele entregou um revólver calibre .32, que estava escondido em uma meia no interior de uma gaveta de um criado-mudo, no quarto onde ele dormia. Conforme a delegada, a arma foi encaminhada para a perícia, mas, até então, não apresentava nenhum indício de ter sido usada no crime. // DSM

Nenhum comentário:

Postar um comentário