Grávida de 3 meses é encontrada morta enrolada em cobertor dentro de carro - MACAUBENSE LIFE

Agora

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Grávida de 3 meses é encontrada morta enrolada em cobertor dentro de carro


Uma mulher de 28 anos foi encontrada morta no domingo (5) em Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, enrolada em um cobertor dentro de um carro. O marido dela, de 39 anos, confessou o crime à Polícia Militar e foi preso. Ele tem passagens criminais por violência doméstica e agressão. Segundo a família da vítima, o casal morava junto há três anos e ela estava grávida no terceiro mês do companheiro.

A PM disse que acionada por volta das 18h30 com relato de vizinhos de um possível homicídio no bairro Jaraguá Esquerdo. Ao chegar na residência denunciada, encontraram o corpo de Andreia Campos Araújo dentro do carro estacionado na garagem da residência do casal.

O marido, Marcelo Kroin, confirmou o crime à polícia e disse que tinha ocorrido depois de uma briga do casal. Ele afirmou ter dado um soco na vítima, que morreu após bater a cabeça no chão. Ele foi preso em flagrante no local.

Briga após festa
Conforme o 14º batalhão da PM, o marido afirmou que na noite anterior teria ido a uma festa com a mulher, mas após uma discussão, ela permaneceu no evento e ele voltou para casa. Por volta das 3h do domingo, o marido afirmou aos policiais que a mulher voltou embriagada do evento e os dois voltaram a brigar. Ele ainda afirmou que, com uma faca, ela teria ameaçado matá-lo e acertou seu braço.

O homem também disse ter dado um soco na esposa "que bateu a cabeça no chão e em seguida deu alguns suspiros e morreu", conforme relato à PM.
Tentou fugir com o corpo
O marido contou à polícia ter colocado o corpo da vítima no carro, por volta das 14h do domingo, dirigido até a cidade vizinha de Canoinhas, e de acordo com a polícia "sem saber o que fazer, [o marido] voltou para casa com o corpo da vítima dentro do veículo".

A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram no local do crime. Um laudo pericial irá apontar a causa da morte. A reportagem não conseguiu contato com os dois órgãos até a publicação desta notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário