Mulheres lideram doações feitas nas vaquinhas online - MACAUBENSE LIFE

Agora

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Mulheres lideram doações feitas nas vaquinhas online


Reconhecidas por protagonizar vários setores, as mulheres também estão tomando a frente em mais uma ação: as doações em dinheiro para causas de solidariedade. Um levantamento feito pelo site Vakinha, maior do setor em arrecadação de vaquinhas online no Brasil, que registra tíquete médio de R$ 50,00 por doador, mostrou que duas a cada três doações registradas no site são feitas por mulheres. 

Nos acessos que o site recebe via Google, elas também lideram com 67%. Cristiano Meditsch, diretor de marketing do Vakinha, acredita que a predominância feminina nas doações se dá pelo fato das mulheres apresentarem tendência a serem mais solidárias que os homens, conforme apontado em estudos recentes da Universidade da Califórnia.
Recorde de arrecadações
Desde 2015, o Vakinha contabiliza R$ 110 milhões em arrecadações. Para 2018, a estimativa é atingir R$ 125 milhões. Entre as causas que mais arrecadam estão as ligadas à saúde, educação e animais.

No mês de outubro, o site bateu novo recorde de arrecadação, totalizando R$ 5.967.000,00 em doações, com 68.635 transações, contra R$ 3.269.000,00, com 36.790 transações, em outubro de 2017.

Sobre o Vakinha:
Criado em 2009 por empreendedores gaúchos, o Vakinha é a primeira fintech brasileira de crowdfunding. Em 2015 a arrecadação do site foi de R$ 8 milhões, indo para R$ 18 milhões em 2016, fechando 2017 com R$ 37 milhões. O Vakinha foi apontado como uma empresas de crowdfunding para se ter no radar dos investidores na América Latina pelo estudo "Empreendimento Fintech na América Latina", feito pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Finnovista, organização que fomenta o desenvolvimento de fintechs. O estudo identificou 703 empreendimentos em 15 países, com uma oferta de soluções que inclui todos os segmentos e tecnologias observados a nível global. www.vakinha.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário