Polícia prende um dos suspeitos de participar do assassinado de caminhoneiro de SAJ em Ubatã-BA. - MACAUBENSE LIFE

Agora

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Polícia prende um dos suspeitos de participar do assassinado de caminhoneiro de SAJ em Ubatã-BA.


A polícia prendeu um dos suspeitos de envolvimento no brutal assassinato do caminhoneiro Reginaldo da Paz Ferreira, de 37 anos. O corpo da vítima, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (23), foi encontrado no início da tarde deste domingo (25), às margens da BR-330, na altura da fazenda Santa Maria do Jenipapo, em Ubatã, há 93 quilômetros de Itabuna.

A polícia ainda não divulgou o nome do acusado. Mas informou que o caminhoneiro deu carona ao assassino. Já dentro do carro, o bandido rendeu o caminhoneiro para roubar a carga de gado. E para isso contou, possivelmente, com a ajuda de outros comparsas, que aguardavam o momento certo para agir.

Segundo a perícia, marcas de sangue foram encontradas dentro da boleia do caminhão, o que indica que Reginaldo foi espancado antes de ser jogado na estrada pelos assassinos. O homem, que morava em Santo Antônio de Jesus, vestia apenas cueca e uma camiseta azul. A bermuda estava dentro da cabine do veículo. Os criminosos usaram um fio para enforcar o caminhoneiro.

O último contato de Reginaldo com a família aconteceu por vota das 16 horas de sexta-feira, quando ele fez um carregamento em Itapetinga, para descarregar em Salvador. Só que o dono do caminhão percebeu, por meio de um radar, que a rota havia mudado e o motorista estava incomunicável. Resolveu, então, acionar a polícia.

O caminhão foi localizado em Itajuípe, em poder do suspeito, que negou ter participação no crime. Ele disse que apenas comprou a carga. O veículo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica, em Itabuna, onde foi periciado pelo perito Robson Lincoln e o agente Gregori. A delegada Lisdeile Nobre também acompanhou a perícia. Quanto à carga roubada, a polícia já tem informações do local onde ela está. [Fonte: Verdinho]

Nenhum comentário:

Postar um comentário