VÍDEOS: Palmas de Monte Alto está infestado de besouro que causa queimaduras à pele. - MACAUBENSE LIFE

Agora

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

VÍDEOS: Palmas de Monte Alto está infestado de besouro que causa queimaduras à pele.


Segundo especialistas, os potós são larvas subterrâneas que são atraídas para a superfície quando o clima está quente e úmido, registrado em Palmas de Monte Alto nos últimos dias. “Eles encontram condições ideais para se reproduzirem, e isso acaba estimulando este surto populacional, que ocupa espaços inclusive nos ambientes urbanos”, explica o entomologista Fernando Barbosa.


Conforme registrado pela reportagem do Portal Vilson Nunes, os besouros têm aparecido em quantidades acima do normal. Diversos internautas manifestaram nas Redes Sociais que, além de se concentrarem próximo a postes e luminárias, os besouros também estão invadindo às casas.

A infestação parece ocorrer também em outros municípios da região. Um internauta encaminhou para a nossa redação, um vídeo com imagens da infestação de de besouros no Assentamento Bonfim, na comunidade de Barreiras, no município de Sebastião Laranjeiras (BA).

Cuidados a serem tomados
Uma das consequências que mais preocupa a população em relação à alta incidência de besouros é a queimadura provocada por ele quando há contato com a pele humana.

Segundo o entomologista Fernando Barbosa, apesar de incomodarem, as larvas são praticamente inofensivas e não causam problemas de saúde. Apenas o líquido que liberam quando apertados contra uma superfície é que pode provocar as queimaduras leves. “Quando eles soltam um líquido quente com algumas substâncias é que podem provocar queimaduras nas regiões mais sensíveis da pele humana”, esclarece.

O entomologista afirma que existem algumas dicas para que a convivência com o inseto seja menos incômoda. “Dentro de casa, evitar manter lâmpadas acesas, na parte externa e interna. Evitar também pressionar o besouro sobre a pele, porque quando aperta ele responde e libera a substância, que causa a queimadura”, diz Barbosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário