Fátima Bernardes e convidados se emocionam com relato de drama vivido por Eva Luana. - MACAUBENSE LIFE

Agora

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Fátima Bernardes e convidados se emocionam com relato de drama vivido por Eva Luana.

O Encontro com Fátima Bernardes desta segunda-feira (25) foi emocionante. Recebendo Eva Luana, jovem de 21 anos que foi abusada pelo padrasto em Camaçari-Ba, Fátima e seus convidados não contiveram a emoção com os relatos da moça.


"Infelizmente não posso dizer que tive força para denunciar, não fiz por coragem, fiz por medo. Estava me sentindo tão ameaçada e perseguida, eu não tinha vida. Se fosse para sobreviver, que eu morra lutando de alguma forma. Aquilo estava guardado e precisava colocar para fora", contou Eva.


"Não estava aguentando mais a pressão das pessoas por eu ser diferente e por não poder fazer nada. A força veio da fraqueza", acrescentou. 

Uma das convidadas, a atriz Claudia di Moura se emocionou com os relatos. "Começo pedindo perdão para você em nome de todas nós mulheres. Só não vou pedir em nome do Estado porque o Estado falhou, tem falhado muito com todas nós. A gente não quer apanhar por quatro horas, a gente não quer ser mordida, ser humilhada. A gente tem direito a proteção. A sua voz é um grito de liberdade, só você sabe o quanto te custou isso". 

Eva continuou dizendo que a situação chegou no limite com pensamentos suicidas e aí ela tomou coragem para relatar tudo ao namorado. "Ele começou a suspeitar porque quando a gente estava falando de feminicídio, eu não conseguia disfarçar e falava com toda a minha alma sobre o crime ser inafiançável e ele percebeu". 


"Foi terrível porque antes dela me contar eu já tinha desconfiado. Tive que largar o celular porque doía cada relato que ela falava, machucava em mim. Tentava imaginar, mas a gente não consegue porque a dor é dela. Me matou ouvir ela chorando", contou Mateus, namorado de Eva.

Convidado da atração, o ator Mouhamed Harfouch pediu para abraçá-la. "Você é uma heroína. Essa menina gritou por socorro e o Estado foi omisso. É muito triste você ter uma menina que pede socorro e passam mais 10 anos. Quando o Estado falha, abre uma lacuna tão grande e ela se sente tão exposta. Parabéns, Eva. Você é uma fonte de inspiração para muitas mulheres".  [Fonte Contogo, Uol]


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad